O maior canal de informação do setor

Embaixada dinamarquesa faz parceria com farmacêutica brasileira

305

A Lundbeck, empresa dinamarquesa presente no Brasil há 20 anos, realiza ao longo do mês de outubro ações para conscientização e combate ao estigma associado aos transtornos mentais

 Dia 10 de outubro é marcado no calendário como o Dia Mundial da Saúde Mental, data criada para aumentar a conscientização acerca dos transtornos de saúde mental e mobilizar esforços em apoio à causa.

Nesse contexto, o Healthcare Denmark – parceria público-privada para promoção da expertise e inovação dinamarquesa em saúde, que inclui entre seus parceiros o Ministério das Relações Exteriores e o Ministério da Saúde do país nórdico – lançou a campanha “A abordagem dinamarquesa para saúde mental”.

O material informativo, denominado Triplo-I (informar – inspirar – convidar, do inglês inform – inspire – invite), apresenta iniciativas que foram bem-sucedidas na Dinamarca para aumentar os cuidados com a saúde mental da população. Esse material tem sido compartilhado pelas embaixadas ao redor do mundo, e o conteúdo serve para informar, despertar o interesse e inspirar discussões e trocas de experiências sobre saúde mental além das fronteiras. O Brasil é um dos países que está abraçando o movimento.

A farmacêutica Lundbeck, empresa de origem dinamarquesa com mais de 100 anos de história e há 20 anos presente no Brasil, recebeu o convite da Embaixada da Dinamarca para unir esforços na disseminação dessas informações sobre saúde mental. A colaboração se deu pelo fato de a empresa ser focada exclusivamente na saúde do cérebro, desenvolvendo medicamentos inovadores para o tratamento de transtornos psiquiátricos e neurológicos.

Para o embaixador da Dinamarca no Brasil, Nicolai Prytz, o esforço este ano é para difundir no país a comunicação do mês dedicado à saúde mental. “Nos esforçamos para melhorar a saúde mental para todos, derrotar o estigma e garantir a prevenção e o tratamento precoce”, afirma o embaixador.

“A Dinamarca promoveu grandes transformações nos cuidados relacionados à saúde mental da população nos últimos anos e tem aumentado os investimentos em políticas de saúde voltadas para essa necessidade.

Acreditamos que o compartilhamento de boas práticas e inciativas bem-sucedidas podem inspirar países como o Brasil a otimizarem os cuidados em saúde mental de suas populações, visto a crescente atenção e impacto gerado por questões de saúde mental nas políticas públicas e na saúde geral de brasileiros. O compromisso da Lundbeck com a saúde mental é histórico e, por ser uma empresa nascida na Dinamarca, vimos uma oportunidade nessa parceria.”

Estima-se que 970 milhões de pessoas no mundo vivem com pelo menos um transtorno de saúde mental, de acordo com dados de 2019. Mesmo com o assunto ganhando mais espaço nos últimos anos, é importante informar as pessoas sobre as doenças mentais e seus impactos, uma vez que o estigma associado às mesmas ainda é muito relevante e pode interferir negativamente na busca por ajuda e acesso a cuidados especializados. Apesar da importância de se debater um tema tão relevante, segundo a Rede Brasil do Pacto Global da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 18% das empresas abordam o tema da saúde mental no país.

Segundo a Dra. Juliana Bancovsky, médica psiquiatra (CRM-RJ 633747 / RQE Nº: 25485) e diretora da área médica e regulatória da Lundbeck, esse tema tem se tornado cada vez mais relevante: “A pandemia da COVID-19 trouxe também para discussão os problemas relacionados à saúde mental, um assunto de grande importância para nós como sociedade.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil já era um dos países com maiores prevalências de ansiedade e depressão na América Latina. O medo, as incertezas, o distanciamento social e a solidão a ele associada, as perdas e as experiências traumáticas que vieram com o cenário da pandemia foram estressores e gatilhos importantes para o surgimento de transtornos mentais”, afirma.

Uma pesquisa conduzida durante a pandemia – entre junho e agosto de 2020 – que envolveu 11 países, dentre eles o Brasil, e que teve por objetivo avaliar a incidência de sintomas ansiosos e depressivos na população adulta durante o período de distanciamento social na pandemia, evidenciou a maior incidência de sintomas de ansiedade (63%) e depressão (59%) no nosso país.

Além do material disponibilizado pela embaixada dinamarquesa no Brasil, a Lundbeck irá promover durante todo o mês de outubro diversas ações de conscientização, distribuindo materiais informativos em todo o Brasil com dados sobre o impacto dos transtornos mentais, e criará publicações em suas redes sociais dedicadas ao compartilhamento de informações científicas sobre doenças do cérebro, a Progress in Mind Brazil , com o intuito de engajar o público, como filtros para o Instagram, por exemplo.

A hashtag #OutubroPelaSaudeMental também foi criada para que o tema ganhe ainda mais alcance. O objetivo é desmistificar os transtornos mentais, orientando sobre a importância de falar sobre o tema, buscar por ajuda profissional e tratamento adequado. Assim, no mês de outubro a Lundbeck trará à luz a importância da saúde mental, e para simbolizar a campanha, no dia 01 de outubro o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, foi iluminado de verde, cor escolhida para ilustrar o Dia da Saúde Mental mundialmente.

Dra. Juliana complementa: “Precisamos falar sobre os transtornos mentais para que as pessoas compreendam melhor o que pode estar acontecendo com elas ou com alguém próximo, para que saibam que são doenças muito prevalentes, com impactos importantes, para as quais existem tratamentos.

As barreiras impostas pelo preconceito fazem com que muitos não busquem auxílio ou demorem muito para fazê-lo. Nosso propósito como empresa é sermos incansavelmente dedicados a restaurar a saúde do cérebro para que cada pessoa possa ser o seu melhor. Conscientizar é um passo fundamental nesse processo.”

Fonte: Portal 2 MAIS FARMA

Leia também: https://panoramafarmaceutico.com.br/nova-lei-de-licitacoes-traz-mais-insercao-de-venda-a-varejistas/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação