fbpx
O maior canal de informação do setor

Entenda a RDC 301

339

A Resolução da Diretoria Colegiada de número 301 (RDC 301) versa sobre as boas práticas na fabricação de medicamentos no país. Baseada no

A Resolução da Diretoria Colegiada de número 301 (RDC 301) versa sobre as boas práticas na fabricação de medicamentos no país. Baseada no acordo internacional do Esquema de Cooperação de Inspeção Farmacêutica (PIC/s na sigla em inglês), a resolução revogou outros seis textos anteriores sobre o mesmo tema.

Veja também: Município reforça impossibilidade de adquirir colírios em falta na Farmácia Especializada

Publicada em agosto de 2019, a RDC 301 aumentou o rigor em áreas como a de gestão de qualidade, com o objetivo de abrir o mercado internacional para medicamentos fabricados no Brasil.

Siga nosso Instagram

Conforme descrito na norma, as boas práticas aplicam-se a todas as etapas do ciclo de vida do produto, desde a fabricação de medicamentos experimentais, transferência de tecnologia, fabricação comercial até a descontinuação.

A temperatura segundo a RDC 301

Pontos como temperatura, iluminação, umidade e ventilação recebem especial atenção na RDC 301. As condições ideais nesses quesitos são vitais para que um medicamento não sofra nenhuma perda de qualidade.

Apesar de a RDC 301 não dispor sobre o método de monitoramento aplicado, a RDC 304, que regula sobre as boas práticas de distribuição, armazenagem e transporte de medicamentos diz que o ideal é que sejam sistemas computadorizados para o controle.

A armazenagem é exatamente o momento no qual os cuidados com essas condições devem ser maiores. Para aferições mais precisas de temperatura, por exemplo, vale a pena a distribuidora ou o varejista investir em tecnologia.

Com o uso de sistemas para essa atividade, os responsáveis receberão alertas sobre qualquer desequilíbrio de temperatura. Mas é importante ressaltar a necessidade de um plano B, como em momentos de queda de energia.

Outros pontos

Para identificar possíveis melhorias nos medicamentos e também em áreas como a logística e a indústria, a RDC 301 inclui a revisão gerencial periódica.

A Resolução também dá especial importância aos desvios de matérias-primas. Testes de amostras também devem ser realizados, além de revisões de registros de lote, seja de distribuição, certificação ou produção.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação