fbpx

Ernesto Araújo critica lockdown ao ‘sacrificar liberdade pela saúde’

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, afirmou ontem que as restrições impostas no mundo para conter a pandemia de coronavírus são ameaças à liberdades fundamentais. O chanceler e a ministra Damares Alves, da pasta Mulher, Família e Direitos Humanos, participaram ontem de reunião no Conselho de Direitos Humanos da ONU (Organização das Nações Unidas).

Veja também: Butantan entrega novas doses da CoronaVac nesta terça-feira

“As liberdades fundamentais são hoje ameaçadas por desafios crescentes, e a crise da covid apenas contribuiu para exacerbar estas tendências. Sociedades inteiras estão se habituando à ideia de que é preciso sacrificar a liberdade em nome da saúde”, disse Araújo.

Siga nosso Instagram

No encontro, os membros do governo defenderam a resposta do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) frente à pandemia de covid-19 e, segundo Damares, as doses prioritárias de vacina contra a doença estão “garantidas” no país.

“Garantimos a vacinação prioritária da população idosa, realizada em paralelo com a dos profissionais de saúde e dos povos tradicionais”, afirmou a ministra ao mencio

Fonte: Jornal Metro News

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Notícias relacionadas

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra