fbpx

Executivos da Hypera cogitam acordo de delação premiada

Enquanto a Hypera Pharma (antiga Hypermarcas) avança em uma investigação interna para apurar supostas irregularidades que levaram à Operação Tira-Teima, seu controlador, João Alves de Queiroz Filho, o Júnior, e o presidente afastado, Claudio Bergamo, mantêm posição diferentes entre si sobre a possibilidade de delação premiada. O Valor apurou que, estejam abertos a colaborar com as autoridades, Júnior estaria em conversas iniciais sobre um acordo. Bergamo tenderia a aguardar eventual convocação pelas autoridades.

Fonte: Valor Online

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/06/18/apos-compra-de-portfolio-da-takeda-hypera-pharma-preve-receita-de-r-435-bilhoes/

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Notícias relacionadas

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra