fbpx
O maior canal de informação do setor

Farmam dá dicas de o que fazer em caso de queimadura com fogos

1.115

Na Bahia é tradição soltar fogos, por conta disso, deve-se ter atenção redobrada para evitar queimaduras em adultos e crianças, bem como evitar as internações e mortes relacionadas à queima de fogos. Segundo dados do Sistema de Informação Hospitalar (SIM), no mês de junho o número de acidentes com fogos aumentam em cerca de 20% e o estado da Bahia lidera o número de acidentes com fogos. Estes acidentes pelo uso de fogos de artifício podem provocar queimaduras, lesões com lacerações e cortes, amputações de membros, lesões de córnea ou perda da visão e lesões auditivas. A pele é o maior órgão do corpo humano e também no qual se tem as lesões mais frequentes e com grau de danos.

As queimaduras são classificadas pelo grau de comprometimento da pele, assim é determinada a gravidade da queimadura. A grande maioria das queimaduras são de 1° grau, não apresentam grande risco ou perda de função, há destruição da camada superficial da pele, dor local, vermelhidão, sem formação de bolhas.

As queimaduras de 2° grau ocorrem em menor proporção e atingem as camadas mais profundas como derme e epiderme, causam formação de bolhas, dor, inchaço, manchas e desprendimento de camadas de pele.

As queimaduras de 3° grau são as mais profundas e atingem todas as camadas da pele podendo chegar aos ossos, não apresentam dor. As principais sequelas deixadas pela queimadura de fogos são manchas, cicatrizes que encurtam a pele podendo comprometer os movimentos, lesões da córnea e amputação de membros em casos mais graves.

Portanto devemos ter muito cuidado e atenção ao manusear os fogos. As orientações para evitar as queimaduras com fogos é utilizar fogos de procedência garantida, ler sempre o rótulo antes de manipulá-los, utilizar luvas grossas, camisa de manga longa e calças jeans.

Em caso de acidente, deve-se lavar o local atingido com água corrente em temperatura ambiente e procurar o serviço de saúde mais próximo, para o tratamento adequado do ferimento. É necessário lembrar que cada caso requer um cuidado especifico. Fique atento para NÃO aplicar no local nenhuma receita caseira como: manteiga, creme dental, borra de café, clara de ovo, pomadas ou qualquer outra substância que pode acabar infeccionando o local. Não estourar as bolhas causadas pela queimadura e deve retirar joias, anéis e outros objetos que possam pressionar o ferimento imediatamente.

O farmacêutico também é um profissional indicado para orientar o paciente no tratamento correto das queimaduras e uso adequado dos medicamentos. Assim caso necessite de mais informações busque os serviços farmacêuticos da FARMAM – Farmácia da FAMAM (Faculdade Maria Milza).

Fonte: Voz da Bahia

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação