O maior canal de informação do setor

Governo de SP proíbe réveillon em comércios e restringe festas caseiras

217

O estado de São Paulo recomendou que as reuniões familiares de fim de ano não tenham mais do que dez pessoas e evitem a presença de idosos, além disso, celebrações em estabelecimentos comerciais, como bares, restaurantes, hotéis e salões de festas estão vetadas pelo decreto de calamidade pública.

No último dia 30 de novembro, quando o estado foi reclassificado para a fase amarela do plano, o governador João Doria (PSDB), declarou que, se necessário, usaria medidas legais para impedir festas em locais públicos e particulares. Em reunião nesta semana com prefeitos do estado, Doria determinou que festas e atividades de fim de ano que causem aglomerações sejam canceladas.

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Segundo o secretário estadual de saúde Jean Gorinchteyn, o nível de ocupação de UTIs da Grande São Paulo até esta quinta-feira (3) é de 53,7%, enquanto em todo o estado a taxa é de 60,7%. A orientação é para que os encontros não se prolonguem por muitas horas e, durante a refeição.

Segundo o coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus, José Medina, dos mais de 42 mil mortos por Covid no estado, 89% têm idade acima de 50 anos. A taxa de letalidade de pacientes com mais de 90 anos é de 40%. Por isso, todo cuidado é pouco, ainda mais no contato dos mais velhos com a população mais jovem.

Fonte: MSN

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação