O maior canal de informação do setor

Guedes culpa comida e energia por inflação e diz que há alta no mundo todo

125

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira que metade da inflação no País se deve a comida e energia e que há alta em todo o mundo.

‘A inflação está em todo o mundo. Metade da inflação é exatamente comida e energia. Por isso, nossa proteção [social] ainda está lá. Vamos manter essa proteção. Vamos aumentar a transferência direta de renda para população pobre para cobrir os preços dos alimentos e da energia’, afirmou Guedes em entrevista à CNN Internacional. O ministro se encontra em Washington para participar de reunião anual do FMI e do Banco Mundial.

O ministro se referiu ao programa Auxílio Brasil que pretende substituir o Bolsa Família e que, de acordo com o governo, pretende elevar o benefício médio repassado para as famílias dos atuais R$ 190 para cerca de R$ 300 por mês. A estimativa anunciada de atendimento, no entanto, preocupa especialistas.

O programa prevê atendimento a 17 milhões de pessoas o que é a demanda atual do Bolsa Família, sem considerar a enorme lista de espera piorada com a pandemia e suas mais de 600 mil vítimas fatais.

IPCA, índice oficial de inflação do país, atingiu 1,16% em setembro e acumula alta de 10,25% em 12 meses. O indicador anualizado é quase o dobro do teto da meta de inflação perseguida pelo BC, Banco Central, de 5,25%.

Questionado sobre a manutenção de offshore em paraíso fiscal, o ministro disse que a empresa é legal e foi declarada e informada à comissão de ética da Presidência da República. Ainda lembrou que se afastou da gestão da empresa antes de assumir o cargo no governo do presidente Jair Bolsonaro. ‘Eu não fiz nada de errado’.

Fonte: Carta Capital Online

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/gasolina-e-energia-castigam-consumidor/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação