Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Indústria farmacêutica da Índia desembarca no Brasil

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

indústria farmacêutica da Índia

A indústria farmacêutica da Índia quer estreitar laços com o mercado brasileiro e tem o patrocínio do governo local. Nesta quinta e sexta-feira, dias 11 e 12, uma delegação empresarial desembarca em São Paulo com representantes de cerca de 50 laboratórios.

A missão está sendo conduzida pelo Conselho de Promoção de Exportação de Produtos Farmacêuticos da Índia (Pharmexcil), vinculado ao Ministério do Comércio e Indústria em parceria com a Embaixada da Índia no Brasil.

A delegação reúne fabricantes de formulações de dosagem acabada (FDFs), medicamentos biológicos e insumos farmacêuticos. Além de prospectar oportunidades para ampliar o fluxo de exportações, a indústria farmacêutica da Índia mira investimentos em manufatura e joint ventures com o mercado brasileiro.

Motivações da indústria farmacêutica da Índia

Em entrevista ao portal Poder 360, o embaixador indiano no Brasil, Suresh Reddy (foto) destacou a Covid-19 e o tamanho das populações dos dois países como estímulos para reforçar esse intercâmbio.

“Se você olhar os últimos 20 anos, o número de epidemias tem aumentado rapidamente. Ainda nem terminamos com a Covid e já temos a varíola dos macacos. E não sabemos o que virá nos próximos seis meses ou um ano. Isso aumenta a necessidade de cooperarmos na área”, ressaltou.

“Com o e-commerce, vender para a Índia tornou-se muito mais fácil. No passado, você precisava ir aos locais. Hoje, não mais. Temos as plataformas digitais. Temos 600 milhões de pessoas usando a internet na Índia e mais de 900 milhões de smartphones ativos. Esse é o tamanho do mercado que o Brasil pode penetrar. E eu digo exatamente o mesmo para os meus pares indianos. Olhem para o Brasil”, acrescentou.

Referência na indústria farmacêutica global

Com exportações globais que somam US$ 24,4 bilhões, a Índia é o terceiro maior mercado farmacêutico do mundo, atrás somente de Estados Unidos e China. O país é base de quatro das dez maiores fabricantes de genéricos do mundo, além de responder por 90% dos IFAs para vacinas contra o sarampo.

De acordo com o relatório Impacto da Índia na Indústria Farmacêutica, os principais motores para o crescimento contínuo da indústria farmacêutica local residem no esforço doméstico de produção de ingredientes farmacêuticos ativos (IFAs) e no aumento consistente de investimentos em pesquisa e desenvolvimento (P&D) para tratamentos inovadores.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress
error: O conteúdo está protegido !!