fbpx
O maior canal de informação do setor

IPO da Athena Saúde: o que esperar da oferta?

284

Athena Saúde – A bolsa brasileira deve receber nesta semana a terceira empresa do setor de saúde a abrir capital no ano. Criada em 2017, a Athena Saúde se apresenta como uma das maiores companhias de saúde suplementar do país e pretende captar 2,5 bilhões de reais com o IPO, considerando a oferta-base com um preço por ação de 20,74 reais, ponto médio da faixa indicativa que varia entre 18,35 reais e 23,1 reais.

Siga nosso instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Com uma atuação fora do eixo Rio-São Paulo, a Athena está concentrada principalmente nos estados do Piauí, do Maranhão, do Rio Grande do Norte, do Espírito Santo e do Paraná, com uma carteira de beneficiários que somava 671 mil pessoas no fim de 2020.

O período para reserva de ações para investidores não institucionais termina nesta segunda-feira, 10 — ou seja, é o último dia para entrar na oferta. A precificação dos papéis acontece amanhã e, se houver demanda suficiente, as ações estreiam na B3 na quinta-feira, 13, sob o código ATEA3.

A oferta será 60% secundária, ou seja, a maior parte dos recursos captados será destinada aos acionistas vendedores. O maior deles é a gestora de private equity Pátria Investimentos, uma das mais tradicionais do país, que deve continuar sendo a controladora da empresa, com 65% do capital votante.

O objetivo da Athena é usar o dinheiro captado para fazer aquisições, utilizando 85% do montante para fechar negócios já firmados com o Grupo São Bernardo, do Espírito Santo, e o Grupo Promédica, da Bahia. Os outros 15% captados serão para novas aquisições.

Na avaliação dos analistas Rodrigo Wainberg e João Daronco, da Suno Research, a oferta pode não valer a pena para o investidor pessoa física. “A empresa não tem nenhuma vantagem competitiva relevante e sustentável [na área de aquisições]. Adquirir bons hospitais e expandir regionalmente é algo que pode muito bem ser feito por suas concorrentes, que são mais experientes e têm acesso a capital mais barato”, afirmam em relatório.

Os analistas destacaram que a oferta está cara considerando o valuation da empresa, que ainda é muito nova. A recomendação da casa é a de que os investidores fiquem de fora da oferta, considerando o alto nível de competição do setor.

Quem tiver interesse em participar do IPO da Athena precisa avisar sua corretora sobre quantos papéis gostaria de comprar no IPO e por qual preço. O valor mínimo para participar é de 3.000 reais, e o máximo, de 1 milhão de reais. O período de reserva para participar da oferta termina hoje.

Vale lembrar ainda que o setor de saúde tem sofrido uma série de reveses na bolsa de valores neste ano. Entre as quatro empresas do setor que planejavam já ter realizado seu IPO, metade desistiu em cima do prazo por não aceitar a pressão por desconto no preço da oferta, enquanto as outras duas cederam aos investidores e estrearam com desconto.

As desistentes foram o grupo hospitalar privado Kora Saúde e a distribuidora de produtos médicos e hospitalares CM Hospitalar (Viveo). Para manter sua oferta, a Blau Farmacêutica (BLAU3) reduziu em 10% o piso de sua faixa indicativa e retirou a oferta secundária (de venda de posição de acionistas), captando 1,2 bilhão de reais.

Já a rede de hospitais Mater Dei (MATD3) aceitou um desconto de 20% sobre o piso do intervalo sugerido para a operação, captando 1,4 bilhão de reais frente a uma estimativa anterior de 1,9 bilhão de reais. O re-IPO da Diagnósticos da América (DASA3) também saiu descontado: 10% a menos que o piso da faixa indicativa.

Fonte: Exame Invest

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2021/05/10/plano-gratuito-da-clinicarx-viabiliza-servicos-clinicos-em-pequenas-farmacias/

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação