fbpx
O maior canal de informação do setor

Itália esvazia lei que obriga crianças a se vacinarem

ROMA, 04 JUL (ANSA) – O governo da Itália apresentará uma medida que, na prática, esvaziará os efeitos de um projeto da gestão anterior que proíbe a entrada na escola de crianças que não estejam com a vacinação em dia.A regra, aprovada durante o mandato do centro-esquerdista Paolo Gentiloni (2016-2018), foi duramente criticada pelo antissistema Movimento 5 Estrelas (M5S) e pela ultranacionalista Liga, que agora governam o país.

A nova medida que o Ministério da Saúde apresentará nesta quinta-feira (5) não derruba a obrigatoriedade da vacinação para crianças, mas diz que, para conseguir a presença de seus filhos nas escolas, os pais poderão apresentar uma “autocertificação”, ao invés do comprovante emitido pela Empresa Sanitária Local (ASL, na sigla em italiano), como previsto pela lei.O prazo para os genitores entregarem esse certificado terminaria em 10 de julho. “Trata-se de uma significativa simplificação do ônus documental sobre os pais”, declarou a ministra da Saúde Giulia Grillo, durante uma sabatina nesta quarta-feira (4) no Parlamento.O “contrato de governo” entre M5S e Liga defende a vacinação, mas critica essa exigência para o acesso de crianças à educação.No entanto, o ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, secretário do partido ultranacionalista, disse recentemente que exigir 10 vacinas é “inútil e, em muitos casos, perigoso”.

Com a crescente força dos movimentos antivacinas no país, o Ministério da Saúde deve promover uma campanha de informação sobre sua eficácia e sua importância para a prevenção.Atualmente, as vacinas obrigatórias na Itália protegem contra poliomielite, difteria, tétano, hepatite B, coqueluche, sarampo, caxumba, varicela, rubéola e Haemophilus influenzae tipo b, que, entre outras coisas, causa meningites bacterianas. (ANSA)

Fonte: BOL

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra