fbpx

Laboratório Sabin cria teste que detecta coronavírus em até 24h por secreção

As equipes de pesquisa do Laboratório Sabin, em Florianópolis, desenvolveram um teste que detecta o coronavírus por meio da coleta de secreção nasal de pacientes.

As equipes de pesquisa do Laboratório Sabin, em Florianópolis, desenvolveram um teste que detecta o coronavírus por meio da coleta de secreção nasal de pacientes. O exame está disponível ao público desde semana passada.
Com pesquisas concluídas no dia 20 de fevereiro, o teste apresenta resultado em até três dias úteis, conta Marcos Tavares de Albuquerque, gestor regional do Sabin em Santa Catarina

Veja também: ABIMED inaugura escritório em Brasília

Por motivos de segurança, a coleta é realizada apenas em unidades hospitalares ou no domicílio da possível vítima de coronavírus. O custo do exame é de R$ 350. Segundo Albuquerque, o laboratório está aberto para parcerias com a rede pública.

Siga nosso Instagram

Para moradores de Brasília, o resultado do teste é disponibilizado em até 24 horas, tempo estimado para a análise. Ela é feita apenas pelo laboratório do grupo localizado na capital federal.

Para moradores de outros locais do País, inclusive Santa Catarina, o prazo engloba o tempo de envio da amostra. Assim, o resultado é disponibilizado em até três dias úteis.

O setor de biologia molecular do grupo começou a analisar pedaços do código genético do vírus assim que os surtos começaram a ser registrados.

As pesquisas seguiram os padrões internacionais exigidos pelos protocolos da CDC (Center for Diseases Control) e da OMS (Organização Mundial de Saúde).

Prevenção

Os pesquisadores da Sabin destacam que fazer os exames já nos primeiros dias de sintomas é fundamental para detectar e tratar a doença.

Para considerar o caso suspeito, deve-se atentar para três situações: febre, sintoma respiratório e ter vindo de algum país com alerta do vírus; febre, sintoma respiratório e ter contato com alguém que já está sob suspeita; e febre, sintoma respiratório e ter tido contato com o caso confirmado.

Conforme os dados divulgados pelo Ministério da Saúde nesse domingo (1º), há 252 casos suspeito do novo coronavírus no Brasil. Os casos confirmados da doença continuam sendo os dois já informados, no estado de São Paulo, de pacientes que voltaram de viagem à Itália.

Em Santa Catarina há nove casos suspeitos, distribuídos nas cidades de Joinville (4), Balneário Camboriú (2), São Bento do Sul (2) e Florianópolis (1). Nesta segunda-feira (2), a prefeitura de Concórdia, no Oeste, também informou que um paciente está internado com suspeita do vírus.

Os casos de Santa Catarina são todos de pessoas que voltaram de viagem de países considerados focos de transmissão da doença. Outros quatro casos já tinham sido descartados, nas cidades de Rio do Sul, Brusque e dois na Capital.

Fonte: Dmais

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Notícias relacionadas

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra