fbpx
O maior canal de informação do setor

Lilly e Novartis juntam-se a farmacêuticas a reduzir operações na Rússia

750

Comprometem-se, no entanto, a continuar a fornecer medicamentos essenciais.

Um número crescente de farmacêuticas, incluindo a Eli Lilly, a Novartis e a AbbVie estão a reduzir as operações na Rússia, depois de o país ter invadido a Ucrânia. Comprometem-se, no entanto, a continuar a fornecer medicamentos essenciais.

A farmacêutica norte-americana Lilly garantiu que vai continuar a enviar medicamentos para condições médicas urgentes, como cancro e diabetes, mas vai suspender as vendas do que considera serem “medicamentos não essenciais”, bem como todos os investimentos e promoções. Não pretende, também, iniciar novos ensaios clínicos lá.

Num comunicado, disponibilizado na sua página da internet, intitulado ‘Lilly e a Lilly Foundation Apoiam o Povo Ucraniano’, a empresa revelou ainda que qualquer lucro feito na Rússia será doado a organizações de ajuda humanitária.

A farmacêutica suíça Novartis seguiu-lhe as pisadas, referindo que vai interromper investimentos, atividades de marketing no país e todos os eventos científicos organizados pela empresa ou partes externas na Rússia. Bem como a AbbVie, que possui o tratamento de rugas de sucesso Botox, disse ter suspendido temporariamente as operações de todos os seus produtos de estética no país.

A Johnson & Johnson, por seu lado, decidiu interromper a operação na Ucrânia, Rússia e Bielorrússia, bem como a abertura de novos locais, mas continuando a em fornecer produtos essenciais para a saúde.

Recorde-se que, na segunda-feira, a Pfizer, Bayer e os laboratórios Abbott já tinham anunciado a ‘saída’ do país.

As empresas ocidentais têm sido pressionadas a deixar a Rússia, mas o setor de saúde não saiu de imediato porque os medicamentos e os dispositivos e equipamentos médicos são considerados necessários por razões humanitárias e estão excluídos das sanções.

Fonte: Portal Noticias ao Minuto

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação