O maior canal de informação do setor

Natura registra queda nas vendas no terceiro trimestre

286

A Natura & Co (Natura, The Body Shop, Avon e Aesop) anunciou que registrou queda nas vendas no terceiro trimestre, mas apresentou forte crescimento nos primeiros nove meses do ano.

Natura registra queda nas vendas no terceiro trimestre. – Facebook: The Body Shop

A receita líquida consolidada no terceiro trimestre caiu 4,5% a taxas de câmbio constante, para 9,5 bilhões de reais (1,75 bilhão de dólares). Nos primeiros nove meses do ano, a receita líquida foi de 28,5 bilhões de reais, um aumento de 14,4% em relação ao mesmo período do ano passado.

No trimestre, as vendas digitais atingiram 52% da receita total, enquanto o EBITDA ajustado foi de 819,1 milhões de reais, com margem de 8,6%. O lucro líquido totalizou 272,9 milhões de reais, ante 381,7 milhões no terceiro trimestre do ano passado.

‘Apesar de uma comparação muito difícil com o ano passado, quando crescemos mais de 20%, e alguns obstáculos externos persistentes relacionados à pandemia global, a Natura & Co continua a progredir em suas principais iniciativas, atestando a força subjacente de nossos negócios’, disse Roberto Marques, presidente executivo e CEO do grupo.

‘Novamente superamos o desempenho do mercado global de Cosméticos, Artigos de Higiene Pessoal e Fragrâncias no acumulado do ano e em relação aos níveis pré-pandemia, todas as nossas marcas e negócios registraram crescimento em nove meses e a digitalização do Grupo continuou avançando. Também fizemos grandes avanços na integração da Avon. Com a nova implementação do novo modelo comercial da Avon, a implantação contínua de ferramentas de vendas sociais na Natura, novas conversões para o novo conceito de loja da The Body Shop e os preparativos para a entrada da Aesop no mercado chinês bem encaminhados, temos uma série de iniciativas para impulsionar o crescimento em 2022 e além’.

Por marca, no trimestre, a força da marca Natura atingiu seu nível máximo, enquanto a marca Avon continuou ganhando força. A receita líquida da Avon International diminuiu 14,3% no terceiro trimestre, mas aumentou 6,3% nos primeiros nove meses. Da mesma forma, a The Body Shop apresentou outro sólido desempenho, com a receita líquida crescendo 0,4% em reais no trimestre e 20,6% nos nove meses. A Aesop também registrou outro trimestre forte, com a receita líquida crescendo 12% em reais no terceiro trimestre e 39,8% em nove meses. A Aesop continua apresentando forte impulso, com crescimento de receita, principalmente na Ásia e nas Américas.

Olhando para o futuro, a empresa atualizou sua projeção de médio prazo e agora espera atingir margem EBITDA ajustada de meio-dígito em 2024, em comparação com 2023. O grupo também anunciou que vai lançar um plano de recompra de ações de até 1,5 bilhão de reais e está avaliando a mudança de sua listagem primária para a NYSE.

Fonte: Fashion Network

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/colgate-quer-atender-farmacias-independentes-com-loja-virtual/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação