fbpx
O maior canal de informação do setor

Novartis pagará US$ 642 milhões para encerrar processos nos EUA

A Novartis concordou em pagar mais de 642 milhões de dólares para encerrar os processos da qual é ré nos Estados Unidos, onde a empresa farmacêutica suíça é acusada de pagar subornos a médicos, informou nesta quarta-feira o Departamento de Justiça americano.

O primeiro acordo extrajudicial alcançado entre o grupo e o sistema judiciário refere-se à Novartis assumir três fundações de pacientes que tomavam dois de seus medicamentos, Gilenya e Afinitor.

O segundo acordo diz respeito à acusação de pagamento de subornos da empresa suíça a médicos.

A Novartis concordou em pagar mais de 591 milhões para fechar as ações relacionadas aos subornos.

Nesse caso, o grupo é acusado de gastar centenas de milhões de dólares em dezenas de milhares de programas de conferências, que segundo o sistema de justiça americano eram na verdade meios disfarçados de “pagar propinas” aos médicos.

Por exemplo, o Departamento de Justiça diz que a Novartis geralmente escolhia médicos como palestrantes que já prescreveram grandes quantidades de seus medicamentos em troca de incentivos financeiros para prescrevê-los.

Esses métodos foram relatados em toda a indústria farmacêutica com alguma frequência.

Os julgamentos de suborno começaram após uma queixa apresentada em 2011, cujo autor “receberá uma recompensa cuja quantia ainda não foi determinada”, segundo o departamento.

Como parte da negociação, a Novartis firmou um contrato de cinco anos de boa conduta.

Fonte: Correio Popular

Leia também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/04/22/acoes-de-laboratorios-tem-crescimento-apos-a-covid-19/

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra