O maior canal de informação do setor

Fezes: o que a cor diz sobre a sua saúde

95.206

 

As fezes são restos sólidos dos alimentos que não foram digeridos e absorvidos pelo intestino delgado. A Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED)As fezes são restos sólidos dos alimentos que não foram digeridos e absorvidos pelo intestino delgado. A Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED) afirma que analisar a cor, formato, odor e textura das fezes traz informações sobre as condições do intestino e pode indicar doenças, desde infecções até tumores, além de dar pistas sobre a qualidade da nossa alimentação. Por isso, especialistas defendem a importância de olhar para o que expelimos regularmente e procurar ajuda profissional assim que alterações forem notadas.

Veja também: Dor nas costas pode esconder 6 doenças graves

O cocô ideal 

Um cocô saudável é marrom graças à estercobilina, um pigmento escuro formado na digestão da bile – fluido produzido pelo fígado que facilita a ação das enzimas que digerem as gorduras. Sua textura deve ser sólida, mas não de forma exagerada, com uma forma ligeiramente alongada. O ideal é que a consistência e a forma não causem dor ou dificuldade para evacuar.

Siga nosso Instagram

Por que as fezes ficam alteradas?

A maioria das mudanças nas fezes se dá por distúrbios funcionais intestinais, relacionados à microbiota, à dieta, ao sistema nervoso e a comportamentos e hábitos de vida. A cor das fezes, assim como sua forma e a consistência, também reflete a qualidade da alimentação e, por isso, estão muito relacionadas com o tipo de alimentos ingeridos. Por isso, variação na cor é algo comum e pode acontecer sem indicar um problema mais grave, desde que não dure por mais de 3 dias. Se a alteração permanecer por mais tempo, é importante consultar um gastroenterologista para identificar se existe um problema e iniciar o tratamento adequado, caso seja necessário.

VEJA O QUE AS ALTERAÇÕES NA COR, FORMA E CONSISTÊNCIA DAS FEZES PODE DIZER SOBRE A SAÚDE

Verdes

As fezes verdes aparecem quando o intestino está funcionando muito rápido e não tem tempo suficiente para digerir corretamente a bile, como acontece durante situações de estresse ou em crises do intestino irritável. Além disso, a cor verde também pode aparecer quando se ingere muitos vegetais verdes.

Escuras

As fezes escuras ou negras são, geralmente, acompanhadas por um odor muito mais fétido do que o normal e podem ser sinal de sangramento em algum lugar ao longo do sistema digestivo.

Amarelas

Este tipo de cocô normalmente é um sinal de dificuldade para digerir a gordura e, por isso, pode estar relacionado com problemas que diminuem a capacidade de absorção intestinal, como doença Celíaca, ou ser causado pela falta de produção de enzimas no pâncreas, podendo indicar problemas neste órgão.

Avermelhadas

Esta cor de cocô geralmente indica a presença de sangue e, por isso, é mais frequentes em situações de hemorroidas, por exemplo. Porém, o sangramento também pode ocorrer devido a infecções, problemas inflamatórios, como doença de Crohn e colite ulcerativa ou doenças mais graves, como câncer.

Claras

As fezes claras, ou esbranquiçadas, surgem quando existe muita dificuldade do sistema digestivo para digerir a gordura e, por isso, são um sinal importante de problemas no fígado ou nas vias biliares.

Consistência

A consistência das fezes sugere o quanto elas demoraram a serem evacuadas. Fezes que demoraram dias passam a ter seu componente de água reabsorvido pelo organismo e, portanto, ressecam mais, ficando bastante endurecidas. No caso das infecções intestinais, a passagem das fezes é bem mais rápida e não há a correta absorção de água, gerando as diarreias. A consistência ideal é de pastosa a moldável, devendo se adaptar ao canal do ânus sem machucar.

Odor

É certo que o cheiro das fezes não é dos mais agradáveis. Entretanto, a intensidade do odor pode variar muito conforme aquilo que comemos. No geral, o consumo de carne vermelha ou alimentos condimentados pode gerar fezes com um odor mais acentuado. As fezes de uma alimentação saudável e equilibrada devem apresentar um cheiro característico. O odor fétido pode indicar infecções ou inflamações, já que não há a completa digestão dos alimentos.

Formato

As fezes consideradas normais são caracterizadas como fezes cilíndricas, compridas e com aspecto macio. Isso indica que ao passar pelo intestino tiveram um bom trânsito e nenhum tipo de obstrução que atrapalhasse a passagem.

Boia ou afunda?

Fezes saudáveis no geral devem afundar. O que determina se boia ou não é o teor de gordura: quando em excesso, as fezes tendem a boiar. Porém, a concentração de gases nas fezes também pode fazê-las boiar e isso é resultado da ingestão de alguns alimentos, como brócolis, feijão e repolho.

Com Sangue

Não é normal apresentar sangue ao defecar: é um cenário que deve sempre ser investigado por um médico. Pode ser um problema simples, como um sangramento de hemorroidas internas, mas também pode indicar a presença de algo mais sério, como algum tumor.

Procure o especialista

Se você notou alterações no seu cocô, procure o médico gastroenterologista que indicará o exame mais adequado para verificar o seu caso.

Fonte: Digest

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação