fbpx

Pelo menos 57% dos brasileiros não seguem prescrição médica e se automedicam

Pelo menos 57% brasileiros que usaram remédios nos últimos seis meses se automedicou mesmo tendo uma prescrição médica, alterando a dose do medicamento por conta própria. Foi o que constatou um levantamento do Instituto Datafolha. Os dados coletados indicaram ainda que 77% da população se automedica.

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/04/18/pm-de-taubate-apreende-anabolizantes-drogas-e-remedios-de-uso-restrito/

Entre os entrevistados, 57% revelaram que passaram por consulta médica, foram  diagnosticados, receberam prescrição médica, mas não usaram o medicamento conforme orientado, eles alteraram a dose prescrita. Essa conduta foi observada por maioria dos homens (60%) e jovens de 16 a 24 anos (69%). A redução da dose de pelo menos um dos remédios prescritos foi a alteração mais frequente (37%).

A pesquisa, encomendada pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF), foi base para uma campanha nacional de conscientização sobre o uso racional de medicamentos iniciada nesta segunda (29).

De acordo com a Folha, 2.074 pessoas de todas as regiões do o país, incluindo capitais, regiões metropolitanas e cidades do interior, de diferentes portes foram entrevistadas para o levantamento. O nível de confiança da pesquisa é de 95%.

Fonte: Mídia Bahia

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Notícias relacionadas

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra