O maior canal de informação do setor

PM prende um e fecha laboratório clandestino de anabolizantes em PE

656

Uma denúncia anônima, investigada pelo serviço de inteligência da PM de Pernambuco, levou os policiais a estourarem um laboratório clandestino de anabolizantes, em Igarassu, na Grande Recife. Um homem foi preso no local. Nas buscas os militares encontraram, equipamentos para embalagem, substâncias químicas proibidas, frascos e rótulos.

Siga nosso instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Entre as substâncias apreendidas estão esteroides e produtos que atuam na metabolização de hormônios. Alguns deles, segundo informações do site da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), têm a capacidade de aumentar a massa muscular e podem provocar efeitos colaterais, como aumento de pressão arterial.

A Polícia Militar levou para a Delegacia de Paulista, no Grande Recife, onde foi feito foi registro da ocorrência, dezenas de caixas. Há, ao menos, 300 frascos e ampolas de 12 substâncias diferentes.

“Tudo indica que ele estava produzindo esses anabolizantes. Ele estava com dois celulares, que foram apreendidos, dando a entender que tinha contatos”, afirmou o delegado Paulo Clemente, que registrou a ocorrência.

A ação foi realizada por policiais militares que faziam rondas em Cruz de Rebouças. Eles contaram à equipe da delegacia que suspeitaram da atitude de um homem que estava na frente de uma residência, sem documentos. Ele foi identificado como Dhemisson Souza, de 25 anos.

Ao entrar no imóvel para pegar a identificação, os PMs localizaram as caixas e os equipamentos, como balanças e vidros usados em indústrias químicas.

Dhemisson, segundo o delegado Peulo Clemente, foi autuado por tráfico de drogas e falsificação de medicamentos. Ele será encaminhado para a audiência de custódia no domingo (12).

“Ele é natural do Pará e informou que estava residindo em Mato Grosso. Na casa, onde ocorreu a apreensão, havia algumas roupas dele e apenas uma caixa de ovos”, acrescentou o policial.

Aos policiais militares, Dhemisson disse que apenas usava os produtos. Ao delegado, no entanto, disse que não se proncunciaria. O advogado do preso, que se apresentou como Washington, informou também que só falaria depois de conversar com o cliente.

Proibição

No Brasil, só os anabolizantes aprovados pela Anvisa podem ser vendidos. Mesmo assim, apenas as farmácias têm permissão para a comercialização, devendo reter as receitas. Vender esteróides de outra forma é crime e pode resultar em até 12 anos de prisão.

Fonte: Gazeta Web

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2021/02/01/hypera-pharma-conclui-compra-de-portfolio-da-takeda/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação