O maior canal de informação do setor

Prefeitura de SP muda orientação e vai vacinar primeiro criança com comorbidade ou deficiência física contra Covid a partir do dia 17

226

A Prefeitura de São Paulo modificou a orientação nesta quinta-feira (13) e agora vai priorizar a vacinação contra Covid-19 de crianças de 5 a 11 anos com comorbidades ou deficiência física.

Na segunda-feira (10), o secretário da Saúde da capital paulista, Edson Aparecido, havia afirmado que a imunização seria feita faixa etária e não por comorbidades. Nesta quinta, no entanto, a prefeitura mudou de posição e decidiu seguir a orientação do estado e, também, do Ministério da Saúde.

Os pais terão de apresentar atestado médico, receita ou exames que comprovem a condição. A vacinação também estará disponível para crianças indígenas aldeadas da mesma faixa etária.

De acordo com o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, a cidade deverá receber nesta sexta-feira (14) 60 mil doses de vacinas, que serão prontamente distribuídas para as UBSs, que ficarão responsáveis pela vacinação.

“Iniciamos um novo passo na nossa campanha de vacinação, com o atendimento às crianças. À medida que recebermos novas doses, abriremos a vacinação para por faixa etária, para que todas possam ser atendidas.”

A cidade de São Paulo deve começar a imunizar crianças contra Covid-19 a partir da próxima segunda-feira (17).

No estado, a data oficial ainda não foi divulgada pela gestão de João Doria (PSDB).

A vacinação, segundo o prefeito Ricardo Nunes (MDB), será iniciada pelo grupo de 11 anos, estimado em 168 mil crianças. Mas, segundo o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, a gestão municipal só deve receber 60 mil doses.

“Se nós recebermos as vacinas, nós estaremos distribuindo no sábado e aí teremos início da vacinação das crianças na segunda-feira. Iniciaremos [vacinação] com as crianças de 11 anos”, afirmou o prefeito Ricardo Nunes (MDB).

Apesar da previsão, o município ainda não foi informado sobre o quantitativo de doses que irá receber. Ricardo Nunes acredita, porém, que será o suficiente para vacinar esse primeiro grupo.

Escalonamento por idade

A imunização na capital seria escalada por idade, em ordem decrescente, mas a secretaria alterou a regra e vai seguir a recomendação do Ministério da Saúde e da secretaria estadual, de priorizar quem tem comorbidades.

A gestão municipal aguarda o cronograma de envio dos lotes para definir o calendário vacinal.

A capital decidiu não seguir a proposta do estado, divulgada nesta quarta, que prevê vacinar incialmente crianças com comorbidades, além de indígenas e quilombolas.

A gestão estadual também recomendou que a aplicação seja feita nas escolas. O secretário já havia criticado e descartado essa possibilidade.

A imunização das crianças deve ser feita em salas separadas nos postos de saúde da cidade.

Chegada do primeiro lote

O primeiro lote da vacina da Pfizer contra Covid-19 para crianças chegou ao Brasil na madrugada desta quinta(13).

A remessa com 1,248 milhão de doses desembarcou no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, e foi encaminhada para o Centro de Distribuição do Ministério da Saúde, em Guarulhos, na Grande SP.

A imunização desse grupo foi autorizada pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) em dezembro de 2021.

Cadastramento no estado

Nesta quarta-feira (12), o governo de São Paulo anunciou abertura do pré-cadastro para início da imunização de crianças de 5 a 11 anos contra a doença.

Os pais podem acessar o site do governo paulista para inserir os dados da criança e agilizar o atendimento nos postos de saúde do estado.

Fonte: G1.Globo


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/china-deve-liderar-mercado-farmaceutico-global/

 

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação