O maior canal de informação do setor

Projeto institui programa ‘Ônibus da Saúde da Mulher e do Homem’

257

Ônibus da Saúde – Contemplando as campanhas do Outubro Rosa e Novembro Azul, o deputado estadual Dr. Gimenez (PV) apresentou o projeto de lei nº 978/2021 que institui o programa ‘Ónibus da Saúde da Mulher e do Homem’ em Mato Grosso.

Dr. Gimenez explica que o objetivo é assegurar uma unidade móvel por departamento regional de saúde, garantindo principalmente o deslocamento de equipes de profissionais aos municípios mais distantes e às comunidades rurais.

‘A saúde precisa chegar à toda população feminina e masculina adulta, por meio do acesso a consultas, exames e procedimentos cirúrgicos quando necessários. Pode parecer simples, mas, a distância até a unidade de saúde muitas vezes impede o diagnóstico e o tratamento precoce’.

O ônibus da saúde da mulher e do homem deverá oferecer, preferencialmente, exames e consultas nas áreas ginecológicos e urológicos, ampliando a cobertura estadual na saúde preventiva. O projeto também busca dar acesso célere a cirurgias em caso de cânceres detectados.

Leia Também: Campus da Unemat de Rondonópolis pode se chamar “Dom Juventino Kestering”

A prioridade é atendimento de homens na faixa etária acima de 45 anos, exceto pacientes da raça negra com histórico de câncer na família, os quais iniciarão o rastreamento a partir dos 40 anos; já as mulheres, a partir do início de sua vida sexual.

‘Vamos focar nos municípios com baixa adesão a exames preventivos, buscando o engajamento das prefeituras que precisarão cumprir alguns requisitos, como prover e divulgar campanhas educativas, agilizar o atendimento e garantir consultórios para a equipe multidisciplinar’, acrescentou Dr. Gimenez.

Também será de responsabilidade do município garantir o acesso a serviços com atenção especializada de média e alta complexidade nos casos que necessitarem de exames mais complexos (tomografias, ressonâncias, exames patológicos e biópsias) e aos medicamentos via farmácia de alto custo.

Para Dr. Gimenez, o programa deverá evitar a formação de ‘filas’ para exames especializados, que é uma reclamação recorrente da população. Até o início de outubro, por exemplo, havia mais de 2,9 mil mulheres na fila de espera por exames de mamografia na Central Estadual de Regulação de Mato Grosso, conforme dados são da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Leia Também: Botelho visita 1ª Cia Independente de Polícia de Chapada e assegura parceria para nova sede

‘A mamografia é uma das medidas mais importantes para a detecção precoce do câncer de mama, principalmente na faixa etária dos 50 aos 69 anos, no entanto, pelo que temos acompanhado tem havia uma baixíssima adesão ao procedimento, o que contribui para o agravamento na saúde das nossas mulheres, precisamos mudar isso urgentemente’.

Leia Também: Botelho visita 1ª Cia Independente de Polícia de Chapada e assegura parceria para nova sede

‘Nosso intuito foi de movimentar o comércio e o turismo, especialmente, para os ambulantes que sofreram mais na pandemia, e agora podem vender seus produtos e o resultado está sendo positivo, a visitação está sendo maravilhosa, com público grande e as pessoas trabalhando fomentando o comércio, um fator importante. Nosso intuito também de valorizar a história e o aprendizado’, disse o deputado.

A exposição Vale dos Dinossauros está aberta ao público todos os dias, das 17h30 às 19h00 e no sábado, domingo e feriados das 07h30 às 19h00. A aula de campo é sucesso entre os alunos, conforme ressaltou a professora Marcília Araújo de Lima. ‘Estamos recebendo alunos do município, das redes pública e particular, a empolgação é muito grande por parte deles. Essa empolgação vem desde a educação infantil aos pré-adolescentes. Recebemos hoje os alunos do colégio Tiradentes e estão muito animados, vivenciam este momento através da nossa fala, está sendo muito prazeroso. A aceitação é muito grande. Percebo através das visitas que é bem elogiado. Vêm pessoas de todo o estado’.

Juciney Siqueira, técnica da educação ambiental em Várzea Grande, disse que desde a inauguração do parque em dezembro do ano passado, muitos projetos inovadores estão em andamento.

Leia Também: Moradores de Várzea Grande ganham miniestádio

‘Esse projeto dos Dinossauros foi uma parceria com o estado. Também emenda do deputado Eduardo Botelho, que está sempre ajudando Várzea Grande. As escolas estão vivenciando momentos da história como se fossem reais os dinossauros. Trabalhamos também a questão ambiental, conscientização. Já tivemos Semana da Árvore, Semana da Água e agora o projeto Descoberta dos Dinossauros e a Semana do Lixo Zero, com caminhada ecológica que sai do parque se segue para o bairro Santa Isabel, fazendo a limpeza no entorno do parque e conscientizando sobre a importância da preservação do meio ambiente’.

A autônoma Ranieri de Almeida Silva Oliveira levou o filho João Pedro, 7 anos, para apreciar a exposição. ‘Ele viu as imagens na tv e ficou pedindo para vir aqui conhecer’. ‘Até trouxe meus brinquedos. Foi legal’, disse João Pedro.

Os primos Arthur Nascimento e Pedro Miguel ficaram impressionados com os dinossauros que se movimentam e emitem sons. ‘É muito legal e deveria ter em Cuiabá também. Foi incrível, brincamos bastante’, comemoraram.

Fonte:  

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação