O maior canal de informação do setor

Público jovem na mira do mercado farmacêutico online

74

Impulsionada pelo mercado farmacêutico, que espera crescimento de 10,3% ainda este ano, segundo o Sindusfarma (Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos), a epharma, plataforma em gestão de benefícios em medicamentos, anunciou estratégias para ampliar seu olhar para regiões em ascensão no comércio online de medicamentos. A empresa tem como meta dobrar seu tamanho ainda este ano e chegar ao volume de R$ 1 bilhão de economia na compra de medicamentos para os beneficiados.

Veja também: CPI muda depoente e se prepara para apreciação do relatório final

‘Vemos a possibilidade de engajar muito mais os usuários dos nossos clientes e parceiros, junto às redes parceiras e alcançarmos um novo público, sobretudo os jovens, que preferem a comodidade das compras digitais. Com isso em mente, o objetivo final é promover uma nova experiência aos consumidores, com acesso mais direto aos múltiplos benefícios que entregamos’, explica Eduardo Mangione, CEO da epharma, sobre a nova plataforma que une experiência de compra de produtos e serviços de saúde no ambiente físico e digital.

Siga nosso Instagram

De acordo com a empresa, dentre as mais de 30 mil farmácias, além de 1,8 mil clínicas e laboratórios credenciados na plataforma em todo o país, Goiás está entre aqueles que mostram bastante potencial para crescimento. ‘Estudamos as melhores estratégias de mercado para entender onde podemos expandir e fazer novos negócios. Em GO, por exemplo, devido às previsões quentes do mercado, enxergamos a possibilidade ampliar nossa base de clientes, beneficiando mais pessoas no acesso ao tratamento, o que agrega não só a nós, como companhia, mas ao consumidor, que poderá usufruir dos nossos programas e serviços melhorando a saúde’, complementa o executivo.

Prospecções e perspectivas

Segundo o Sindusfarma, as vendas on-line, que dobraram entre 2019 e 2020, deverão seguir em alta, segundo especialistas do setor. Considerando este cenário, a epharma pretende dobrar de tamanho em dois anos, com a nova estratégia.

Além disso, com uma receita bruta de mais de R$ 100 milhões em 2020, a empresa que movimenta mais de R$ 3 bilhões/ano em transações financeiras no mercado de varejo farmacêutico (PMB – IQVIA), visa superar este ano os R$ 750 milhões de economia na compra de medicamentos para os beneficiados registrados no ano passado, com a marca de R$ 1 bilhão ainda em 2021.

Fonte: Medicina S/A

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação