O maior canal de informação do setor

Queiroga diz que é difícil uma ‘política pública’ de autoteste para a Covid-19

110

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, declarou, nesta segunda-feira (10), que seria difícil implementar uma ‘polícia pública’ para distribuição de autotestes da Covid-19 em todo Brasil, mas que não vê problema de sua venda em redes de farmácias.

A pasta quer que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorize o uso de autoteste para a detecção da doença. Segundo informações do secretário-executivo, Rodrigo Cruz, à CNN, a solicitação será enviada entre esta quarta-feira (12) ou na quinta-feira (13).

‘Sem ter essas respostas em relação à efetividade e ao custo da efetividade, essa politica pode não ter o resultado que desejamos. Isso não quer dizer que o teste não possa ser vendido nas farmácias para que a população possa adquirir e realizar o teste. Isso é muito possível que a sociedade possa ter esse acesso, as redes privadas tem realizado testes também’, afirmou Queiroga.

A medida seria mais uma ferramenta utilizada contra a disseminação da variante Ômicron pelo país. Entretanto, há em vigor atualmente uma resolução da Anvisa que proíbe o uso de autotestes para detecção de Covid-19 em casa.

Em comunicado divulgado em 7 de janeiro, a agência afirma que a adoção do autoteste só poderá ser feita ‘caso haja uma política de saúde pública e estratégia de ação estabelecida pelo Ministério da Saúde.’

‘Para a adoção de uma eventual política pública que possibilite o uso de autoteste para Covid-19, é fundamental considerar os fatores humanos e a usabilidade do produto, medidas de segurança do produto, limitações, advertências, cuidados quanto ao armazenamento, condições ambientais no local que será utilizado, intervalo de leitura, dentre outros aspectos’, declara a Anvisa.

Confira orientações do Ministério da Saúde diante do diagnóstico de Covid-19

1 de 10

O Ministério da Saúde recomenda que diante de sintomas compatíveis com a Covid-19, como febre, tosse, dor de garganta ou coriza, com ou sem falta de ar, as pessoas devem buscar atendimento médico. Confira outras orientações

2 de 10

Use máscara o tempo todo

3 de 10

Se for preciso cozinhar, use máscara de proteção, cobrindo boca e nariz todo o tempo

4 de 10

Depois de usar o banheiro, limpe o vaso, mantendo a tampa fechada, higienize a pia e demais superfícies com álcool ou água sanitária. Sempre lave as mãos com água e sabão

5 de 10

Separar toalhas de banho, garfos, facas, colheres, copos e outros objetos para uso exclusivo

6 de 10

O lixo produzido precisa ser separado e descartado

7 de 10

Evite compartilhar sofás e cadeiras e realize limpeza e desinfecção frequente com água sanitária ou álcool 70%

8 de 10

Mantenha a janela aberta para circulação de ar do ambiente usado para isolamento e a porta fechada, limpe a maçaneta frequentemente com álcool 70% ou água sanitária

9 de 10

Caso o paciente não more sozinho, recomenda-se que os demais moradores da residência durmam em outro cômodo

10 de 10

Mantenha a distância mínima de 1,5 m entre a pessoa infectada e os demais moradores

Fonte: CNN Brasil

 

Veja Também:https://panoramafarmaceutico.com.br/farmacias-tem-indice-de-perdas-abaixo-da-media-do-varejo/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação