fbpx
O maior canal de informação do setor

Raia Drogasil tem lucro de R$ 187,1 milhões no 4º trimestre

344

Raia Drogasil amplia liderança com receita recorde

A RD – Gente, Saúde e Bem-Estar (Raia Drogasil), proprietária das redes Droga Raia e Drogasil, reportou lucro líquido de R$ 187,1 milhões no quarto trimestre de 2021, montante 5,7% inferior ao reportado em igual período de 2020. A receita bruta somou R$ 6,853 bilhões, alta de 16,7% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O lucro antes do juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) cresceu 4% na comparação com igual etapa de 2020, totalizando R$ 448,1 milhões. Já a margem Ebitda alcançou 6,5% no 4º trimestre de 2021, baixa de 0,8 p.p. na comparação com igual trimestre de 2020. O lucro bruto totalizou R$ 1,951 bilhão no 4T21, contra R$ 1,634 bilhões de 4T20. A margem bruta da companhia foi de 28,5% entre outubro e dezembro de 2021, alta de 0,7 ponto percentual.

Expansão da rede

O ano de 2021 marcou o décimo aniversário da criação da Raia Drogasil, com a inauguração de 240 lojas. A rede encerrou o quarto trimestre com 2.490 farmácias em operação, além de 4 unidades da 4Bio. Para 2022 estão previstas a abertura de 260 unidades.

“Nessa primeira década, a Companhia se tornou líder absoluta de mercado em faturamento e em número de farmácias. Multiplicamos em 3 vezes o número de filiais, evoluindo de uma empresa regional com 776 unidades em 9 estados para uma rede com 2,5 mil farmácias presentes nas 27 UFs do Brasil. Nossa receita bruta aumentou em 5 vezes, saindo de R$ 4,7 bilhões para R$ 25,6 bilhões, e o market share subiu de 9,0% para 14,2%. Por fim, esse crescimento foi conquistado com aumento de rentabilidade: ao longo desses 10 anos, o EBITDA ajustado cresceu 7 vezes, saltando de R$ 272 milhões para R$ 1,8 bilhão”, diz a companhia no texto de apresentação dos resultados.

Estratégia digital

A receita dos canais digitais totalizou R$ 2,1 bilhões (R$ 596 milhões no 4T21), atingindo no quarto trimestre uma penetração de 9,2%. A rede avançou na digitalização da experiência de lojas com os cupons digitais, que já representam 29% da venda das Ofertas Exclusivas, e com Stix, coalizão de fidelidade em parceria com GPA e Itaú que já possui 2,5 milhões de clientes ativos, sendo que 48% deles realizaram trocas de pontos por benefícios em 2021.

Pandemia

Durante a pandemia de COVID-19, a rede realizou 4 milhões de testes rápidos para detecção do vírus, os quais são oferecidos em mais de mil unidades, com opções de agendamento online. Esse papel foi reforçado por 198 mil doses de vacina contra o vírus que foram aplicadas gratuitamente nas filiais em parceria com diversos municípios. O portfólio de serviços de saúde também foi ampliado, incluindo a expansão da quantidade de farmácias que oferecem serviços gerais de vacinação de 66 em dezembro de 2020 para 208 em dezembro de 2021.

Plataformas de saúde

Em agosto a rede lançou a marca e o aplicativo Vitat, rede física e digital que conecta pessoas, serviços e produtos para potencializar cuidados e transformar a saúde das pessoas no dia a dia. Construída a partir da aquisição integral da Tech.fit, realizada em fevereiro 2021, a Vitat atingiu marcos importantes em seu primeiro ano, com quase 25 milhões de visitas únicas no portal, mais de 2 milhões de usuários únicos nos apps se beneficiando de mais de 150 programas gratuitos e mais de 120 mil visualizações do podcast De bem com você. Enquanto isso, no lado físico, ao final de 2021 foram criados 21 Espaços Vitat, espalhados pelos estados de SP, RJ, MG e CE e conectados ao aplicativo, que realizaram quase 30 mil serviços farmacêuticos durante o ano.

“A Vitat será também a orquestradora de todo o ecossistema de saúde que estamos desenvolvendo. Esse ecossistema inclui Drogasil e Droga Raia; a Univers, PBM que atende 86 milhões de funcionários e beneficiários de mais de 1,4 mil grupos empresariais e de 296 operadoras de saúde; a 4Bio, plataforma líder no fornecimento de medicamentos especiais para os pacientes das principais operadoras de saúde; além de cinco startups investidas por meio da RD Ventures, plataforma de Corporate Venture Capital da RD”, diz o comunicado.

As startups são a Amplimed, plataforma de prontuário médico e de gestão de clínicas e consultórios e que conecta mais de 20 mil profissionais de saúde, que será o repositório de dados da Plataforma de Saúde e a base para o marketplace de consultas médicas; a Labi Exames, healthtech focada em exames laboratoriais, testes, check-ups e vacinas; a Cuco Health, plataforma digital focada na aderência ao tratamento; a Healthbit, especialista em big data para a promoção de saúde e redução de custos em empresas; a e Manipulaê, plataforma digital de farmácia de manipulação.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação