fbpx

Remédios para emagrecer proibidos são associados a mortes e danos à saúde

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou no início deste mês uma lista com 140 cápsulas de emagrecimento proibidas no Brasil. Poucos dias antes, uma enfermeira de 42 anos morreu, vítima de uma hepatite fulminante causada pelo uso de um composto de ervas para perder peso com venda não autorizada no país.

Um dos fatores que contribui para o consumo indevido de emagrecedores ilegais é a busca por uma visão idealizada de corpo perfeito. Em alguns casos, a pressão para se adequar a um padrão estético influencia comportamentos que, em casos mais graves, se transformam em doença: os distúrbios alimentares.

Neste episódio do E Tem Mais, Carol Nogueira apresenta um alerta sobre os danos à saúde atribuídos a remédios para emagrecer proibidos pela Anvisa e vendidos ilegalmente no Brasil. Para descrever os riscos dessas drogas e a luta contra transtornos alimentares, participam deste episódio o hepatologista Raymundo Paraná, professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA), a médica endocrinologista Maria Edna de Melo e a jornalista e escritora Daiana Garbin.

Fonte: CNN Brasil 

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Notícias relacionadas

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra