fbpx
O maior canal de informação do setor

A retração da saúde suplementar e a crise fiscal dos Estados

Compras adiadas

A retração da saúde suplementar e a crise fiscal dos Estados derrubou a demanda por equipamentos para saúde no primeiro semestre deste ano, segundo Carlos Goulart, presidente da Abimed (associação do setor).

O consumo aparente —soma de produção local e importações, menos exportações— caiu 12,3% no período.

O índice chegou, em fevereiro, a seu pior nível desde 2012. Desde então, a demanda tem se recuperado, mas segue em um patamar baixo.

“São produtos que, em uma crise, podem ter sua compra postergada.”

A investigação de empresas e associação do setor pelo Cade, por suspeita de formação de cartel, não teve impacto comercial, segundo Goulart, que também foi acusado pelo órgão.

Editoria de Arte/Folhapress
MÁQUINA DE SAÚDEConsumo aparente* de equipamentos médico

 

Fonte: Folha de S.Paulo

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra