O maior canal de informação do setor

Sai reajuste salarial de empregados de farmácia

11.461

Sai reajuste salarial de empregados de farmáciaO Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sincofarma/SP), a Federação dos Comerciários do Estado de São Paulo (Fecomerciários), o Sindicato dos Práticos e dos Empregados de Farmácias e Drogarias (Sinprafarma) de São Paulo, Bauru e Ribeirão Preto e os demais sindicatos dos comerciários filiados assinaram as Convenções Coletivas de Trabalho (CCT) para os empregados em farmácia. O período de vigência estende-se de 1º de julho de 2018 até 30 de junho de 2019.

“A convenção aplica-se aos empregados em farmácia, exceto para os farmacêuticos, cuja categoria é diferenciada e conta com legislação própria”, explica André Bedran, assessor jurídico do Sincofarma/SP. Segundo ele, uma grande conquista para a categoria foi a manutenção das cláusulas sociais, cujas garantias foram excluídas da nova lei trabalhista. “Neste caso específico, podemos destacar o desconto no vale-transporte, que ficou em 3%”, ressalta.

Já os salários serão reajustados em 3,8%, acima do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que foi de 3,53% no período. Também foi concedido um abono de 0,2% a todos os comerciários que integrarem o quadro de funcionários em 30 de junho de 2018. O valor incide sobre os salários dos meses de julho de 2017 até junho de 2018, a ser pago em uma única parcela, juntamente com o salário do mês de competência de dezembro de 2018.

Confira alguns pisos salariais:

Gerente – R$ 3.173
Empregados balconistas e técnicos de farmácia – R$ 1.838
Atendente de prescrição magistral – R$ 1.507
Empregados em geral – R$ 1.310

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação