O maior canal de informação do setor

Saiba como tratar a herpes labial

2.655

Para curar a herpes na boca mais rápido, diminuindo a dor, o desconforto e o risco de contaminar outras pessoas, pode-se aplicar uma pomada anti-viral a cada 2 horas logo que os sintomas de coceira, dor ou bolhas começarem a surgir. Mas além das pomadas existe ainda pequenos adesivos que podem cobrir as feridas, evitando a contaminação de outras pessoas. Nos casos mais graves, em que o herpes demora mais de 10 dias para desaparecer, o médico pode ainda recomendar o uso de comprimidos antivirais, como Famciclovir ou Penciclovir, para reduzir a manifestação do vírus. No entanto, estes remédios só são indicados para crianças e pessoas com o sistema imune enfraquecido, e quando orientado pelo médico.

Siga nosso instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Pomadas mais indicadas

O tratamento para herpes na boca pode ser orientado por um clínico geral ou farmacêutico e normalmente, é feito com o uso de uma pomadas como:

* Zovirax; Aciclovir;
* Valaciclovir; Famciclovir.

A pomada deve ser aplicada até 5 vezes por dia, durante 7 dias e durante o tratamento a pessoa deve tomar todos os cuidados para não contaminar ninguém e por isso não deve encostar seus lábios em outras pessoas e deve se secar sempre com a sua própria toalha e não deve compartilhar copos e talheres.

Tratamento caseiro 
Um bom tratamento caseiro consiste em comer 1 dente de alho cru por dia. Esse cuidado deve ser começado logo nos primeiros sinais de herpes e deve ser mantido até a sua cura. Mas além disso, existem outros remédios caseiros feitos com Jambú e Erva Cidreira, por exemplo, que ajudam a curar as bolhas na boca mais rápido.

Como tratar a herpes labial recorrente
No caso da herpes labial recorrente, que se manifesta mais de 5 vezes no mesmo ano, o tratamento deve ser feito com a aplicação da pomada indicada pelo médico, como Zovirax, quando o paciente começa a sentir coceira na região do lábio e para evitar que o herpes surja tão frequentemente é recomendado:

– Evitar o excesso de estresse e ansiedade;
– Hidratar os lábios, especialmente quando está muito frio;
– Evitar a exposição solar prolongada e colocar protetor solar nos lábios.

Embora o herpes labial desapareça completamente após o tratamento, ele pode voltar a surgir várias vezes ao longo da vida do paciente, especialmente em período de maior estresse ou quando a pessoa mais tempo exposta ao sol, como num período de férias, por exemplo. Uma outra forma de diminuir a frequência da herpes é tomar um suplemento de lisina em cápsulas. Basta tomar 1 ou 2 cápsulas de 500mg, por dia, durante 3 meses, ou segundo a orientação do dermatologista ou farmacêutico. As cápsulas devem ser tomadas quando as feridinhas da herpes estiverem melhorando, e vão impedir que elas se manifestem novamente, diminuindo também a sua intensidade. Estas cápsulas podem ser compradas em farmácias, drogarias, lojas de produtos naturais ou farmácias de manipulação.

Fonte: Portal Cidade Verde

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/06/30/dependencia-externa-preocupa-industria-farmaceutica/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação