O maior canal de informação do setor

Taxa de contágio do coronavírus volta a subir na Alemanha

150

Alemanha – Em meio à reabertura do país, número de reprodução do vírus voltou a ficar acima de 1,0, o que significa que infectados voltaram a transmitir doença para mais de uma pessoa. Surto em igreja resulta em 112 novos casos.

Siga nosso instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

OInstituto Robert Koch (RKI), responsável pela prevenção e controle de doenças na Alemanha, informou neste domingo (14/06) que foram identificados mais 247 casos de coronavírus no país, elevando o total para 186.269 desde o início da pandemia.

Já o número de mortos subiu para 8.787, com seis novas mortes registradas nas últimas 24 horas. Outras 300 pessoas foram adicionadas à lista de pacientes recuperados, elevando o número total para 172.200, segundo o RKI.

O instituto, no entanto, chamou a atenção para a taxa de reprodução do vírus, que mede a capacidade de propagação da doença. O número de rerpducao R ficou acima de 1 neste domingo, chegando a marca de 1,02. No dia anterior, o número foi 0,86.

Se o número é superior a 1, cada paciente transmite a doença a pelo menos mais uma pessoa, e o vírus se dissemina. Se é menor do que 1, cada vez menos indivíduos se infectam e o número dos contágios retrocede.

Em maio, o RKI também passou a medir um número de reprodução R de sete dias, menos sujeito a flutuações. Esse número chegou a 1,09 neste domingo, refletindo a taxa de infecção dos 8 a 16 dias anteriores.

Surtos localizados

No início de maio, a Alemanha começou a relaxar gradualmente as restrições de isolamento social que foram impostas ao comércio e ao funcionamento de escolas. Os controles de fronteiras também foram afrouxados na metade de maio e vão ser totalmente eliminados na próxima semana. As medidas foram tomadas após o pico de infecções ter passado. Em março, a Alemanha chegou a registrar até 6 mil novos casos por dia.

No entanto, a reabertura das atividades também tem sido marcada por alguns surtos localizados no país. Neste fim de semana, autoridades de Bremerhaven, norte da Alemanha, informaram que um culto numa igreja protestante da cidade no início de junho procovou pelo menos 112 novas infecções. A igreja é ligada a uma comunidade russo-alemã, que vive praticamente segregada do restante da população da cidade.

Esse não foi único episódio envolvendo uma igreja nas últimas semanas. Em maio, mais de cem pessoas foram infectadas num culto de uma igreja batista em Frankfurt, na região central da Alemanha.

Na mesma época, autoridades do estado da Baixa Saxônia, no norte, anunciaram que sete pessoas foram infectadas em um restaurante na cidade de Leer. No total, cerca de 50 pessoas tiveram que entrar em quarentena.

Fonte: MSN

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/06/15/polydrogas-quer-parceria-com-farmacias-independentes-e-associativistas/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação