O maior canal de informação do setor

Testes da Covid-19 em farmácias têm mais um recorde

391

Mais uma semana de recorde após os testes da Covid-19 nas farmácias. Entre os dias 15 e 21 de março, o número de atendimentos e resultados positivos foi o maior desde a implementação do serviço no fim de abril do ano passado. No acumulado, o percentual de casos chegou pela primeira vez a 20% e 25 estados registraram alta nas confirmações de infectados.

Segundo a Abrafarma, 353.127 testagens foram realizadas no período, contra 335.028 na semana anterior. O exame foi positivo em 26% dos pacientes – 91.943, ligeiramente superior aos 91.762 de 8 a 14 de março.

No total, as farmácias já ministraram 4.431.944 testes, dos quais 877.631 (20%) diagnosticaram o novo coronavírus. “A média geral permaneceu em 15% durante todo o ano passado. Em apenas dois meses e meio de 2021, esse índice não para de subir”, adverte Sérgio Mena Barreto, CEO da Abrafarma.

O percentual de casos confirmados aumentou em 25 unidades da Federação. “Curiosamente, só identificamos uma discreta redução nos dois estados que estão entre os líderes no volume de infecções – Amazonas e Amapá”, destaca. O número de estados com resultados positivos acima de 20% subiu para 16. Detalhe: no levantamento de dezembro do ano passado, eram apenas oito. A pesquisa completa pode ser acessada aqui.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação