fbpx
O maior canal de informação do setor

Tumores ósseos surgem com mais frequência em crianças, adolescentes e idosos

O tumor ósseo maligno é um tipo de câncer que acomete qualquer osso do corpo. Pouco conhecido entre a população, ele frequentemente afeta os ossos longos com por exemplo: braços, coxas, coluna e bacia.

Siga o nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Mesmo sendo um tipo raro, com representatividade de apena 2%  do total de cânceres diagnosticados, o índice de mortalidade é muito alto entre crianças, adolescentes e idosos. No mês de abril o Hospital do Câncer de Pernambuco (HCP) criou a campanha “Abril Amarelo” que chega ao 5º ano com o objetivo de alertar a população sobre a doença.

De acordo com coordenador do serviço de ortopedia do Hospital do Câncer de Pernambuco, Marcelo Souza, os tumores ósseos surgem com maior frequência joelho, principalmente entre crianças e adolescentes.

“50% dos tumores ósseos na infância e adolescência, surgem preferencialmente no joelho, ou seja, na parte distal do fêmur e na parte próximo a tíbia. É incrível isso, mas é talvez porque no joelho é onde intensa, aquela célula atribuí a isso uma possibilidade de um desarranjo, de uma perda do controle do crescimento formando os tumores. existe um potencial muito grande em crianças e adolescente”, afirma.

Prevenção

Um dos grandes problemas na prevenção é que a doença não é popularmente conhecida. O câncer ósseo representa apenas 2% do total de cânceres. Segundo Marcos Souza, é preciso fazer o diagnóstico muito cedo para que haja tempo no tratamento.

“A grande maioria não sabe que existe câncer nos ossos também. Por ser uma entidade rara, digamos assim, entre os cânceres de uma forma geral que corresponde a apenas 2% parece um número pequeno. Não tem outro jeito de tratar e inclusive curar a não ser quando se faz o diagnóstico cedo, no começo da doença”, conta.

Diagnóstico

Mesmo não tendo uma causa específica para a causa da doença, existem determinadas genéticas que estão associados a alguns tipos de câncer ósseo.  O diagnóstico precoce é essencial tratar a cura.  Um dos primeiros sintomas é a dor no esqueleto de maneira geral.

Tratamento

Segundo Marcos Souza, o tratamento consiste em quimioterapia e cirurgia. “O tratamento de rotina dos tumores ósseos, na maioria das vezes consistem em quimioterapia que todos nós sabemos que são aquelas drogas bastante agressivas que na maioria das vezes causam a queda do cabelo e depois de um período de quimioterapia, vem a cirurgia que depende da fase que o paciente se encontra e depois volta para a quimioterapia. É um tratamento penoso, mas que pode promover a cura”, disse.

Fonte: NE10

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/10/25/mulheres-jovens-tambem-podem-ter-cancer-de-mama/

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra