O maior canal de informação do setor

Um novo mercado barrado pela regulação

401

A depender de um bilionário chinês, o canabidiol pode se tornar um produto de uso comum em terras brasileiras. Pink Wangsuo esteve no Brasil e conversou com empresas e entidades do governo para trazer ao país cremes e óleos feitos com o composto químico da maconha. Pink é dono da marca de bebidas com ervas ginseng Mr. Pink, criador da criptomoeda BCash e chegou a ser sócio majoritário do time italiano de futebol Milan. Ele planeja comprar terras para plantar, extrair e produzir o canabidiol. O problema não é o dinheiro, mas a regulação.

Anvisa aprovou o uso do canabidiol para fins medicinais em 2015. É preciso ter prescrição médica para uso e autorização de importação. Nos Estados Unidos, o mercado de canabidiol faturou 600 milhões de dólares em 2018 e poderá chegar a 22 bilhões de dólares em 2022, segundo a consultoria especializada Brightfield Group.

Fonte: Exame

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/05/08/saiba-o-preco-do-primeiro-produto-brasileiro-a-base-de-cannabis/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação