fbpx
O maior canal de informação do setor

Vacina é encruzilhada para ações que subiram na pandemia

Vacina – Nos mercados emergentes, as ações de empresas que desenvolvem vacinas, ensinam alunos online e de uma fabricante de luvas de látex estão muito à frente de seus pares este ano. Para esses papéis, a pandemia trouxe retornos de arregalar os olhos. Com a vacina se aproximando, apenas algumas serão capazes de manter o ritmo.

Siga nosso instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

O interesse dos investidores por companhias de educação online e outros serviços digitais que se beneficiam do isolamento social provavelmente ficará mais sustentável, prevê Malcolm Dorson, que ajuda a administrar US$ 950 milhões em ações de mercados emergentes na Mirae Asset Global Investments, em Nova York.

Para empresas digitais que cresceram à medida que as pessoas foram forçadas a ficar em casa, “a Covid acelerou mudanças comportamentais e eu não acho que muita gente voltará atrás”, disse Dorson. Companhias com demanda diretamente dependente do vírus “devem retornar aos padrões normais de ganhos se e quando os cientistas encontrarem uma vacina”.

Para os investimentos pós-pandemia, o fator crucial pode ser se as empresas continuarão a desfrutar maior demanda sem um vírus. Escolas e lojas fechadas aceleraram uma tendência pré-existente na direção do e-commerce e de serviços online e os clientes podem optar por essa conveniência daqui para frente. O risco pode ser maior para empresas com produtos que podem perder o apelo se o risco de infecção ficar para trás.

A ação de melhor desempenho este ano foi da Top Glove, fabricante de luvas de látex da Malásia, com ganho de 377%, segundo dados compilados pela Bloomberg. O crescimento das vendas e do lucro nos próximos 12 meses pode proporcionar alta adicional de 75%, considerando que o vírus ainda pesa sobre os hábitos de consumo, segundo o analista Megat Fais, do Citigroup.

Ações da Da An Gene, empresa chinesa ligada à Universidade Sun Yat-Sem que desenvolve e comercializa produtos de diagnóstico, subiram 310% neste ano, atingindo o maior valor em cinco anos no final de julho. O crescimento das vendas pode embalar a ação se a China continuar fazendo testes em massa no segundo semestre, segundo o analista da Bloomberg Intelligence Nikkie Lu. A fabricante chinesa de vacinas CanSino Biologics registrou alta de 273% neste ano.

Com sede em Pequim, a GSX Techedu, que desenvolve software para reforço escolar, acumula alta de 296%, dado que a pandemia suspendeu as aulas presenciais em boa parte do mundo. Os papéis bateram recorde, chegando a US$ 90 no mercado americano no final de julho.

Fonte: MSN 

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/08/18/farmacias-magistrais-sofrem-com-alta-no-custo-da-materia-prima-importada/

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra