O maior canal de informação do setor

Xampus e hidratantes sólidos são alternativas de consumo sustentável

275

Passar uma barra de xampu no cabelo pode parecer estranho a princípio, mas o ato tem mudado o hábito de tomar banho de muitos indivíduos que procuram inserir iniciativas mais sustentáveis no cotidiano.

O formato é uma aposta de marcas cearenses que desejam reduzir o impacto ambiental causado pelos produtos de higiene líquidos. Enquanto o xampu e o condicionador tradicionais levam cerca de 80% a 90% de água em sua composição, os sólidos são feitos basicamente de ativos naturais. O resultado disso é um produto com até 40 vezes mais ativos do que os cosméticos sintéticos.

É o caso das criações em barra confeccionadas pela Loja Alquimist. O condicionador comercializado, por exemplo, não leva água durante a fabricação. Todo esse processo é realizado pela dona da marca, Aline Machado, que aliou a paixão pelo universo dos cosméticos à formação em Processos Químicos, pelo Instituto Federal do Ceará.

Produtos da marca Alquimist FOTO: HELENE SANTOS

“Sou muito apaixonada por isso desde a adolescência e sempre gostei muito de ler rótulos. Eu juntei minha bagagem de adolescente com a minha capacidade técnica. Estudei pra caramba, comprei muitos livros na área de cosmetologia, fiz muitos cursos e aí passei a vender”, conta.

Além de levar menos água, os cosméticos sólidos da Alquimist são embalados em papel filme biodegradável. A iniciativa reduz o consumo de plástico usual dos xampus e condicionadores líquidos.

Estima-se que cerca de 8,3 milhões de plásticos chegam aos oceanos anualmente, de acordo com um levantamento realizado pelo ONU Meio Ambiente, o que prejudica centenas de espécies marinhas.

Os cosméticos em barra também são veganos. Na Alquimist, os xampus sólidos são confeccionados a partir de óleos e manteigas vegetais que passam pelo processo de saponificação e são comercializados a partir de R$24. “Nós ainda adicionamos os ativos como extratos de plantas, proteínas e óleos essenciais. Sendo vegano, ele não gerou sofrimento animal, nem a poluição vinda da criação deles”, explica Aline.

Esses cosméticos são uma realidade na vida de Talita Reis há dois anos, que percebeu seus cachos mais definidos e com brilho, após o uso. A designer conheceu a Alquimist por meio de uma feira voltada para a venda de produtos manuais feitos apenas por mulheres, e desde então usa somente os xampus e condicionadores vendidos pela loja.

O processo de troca entre o líquido e o em barra aconteceu após a utilização do método “Low Poo” que consiste em reduzir o uso do xampu durante as lavagens. “Comecei a fazer Low Poo e por causa disso passei a olhar mais a formulação dos produtos que uso, tendo cuidado em não pôr no meu corpo produtos com petrolatos e sulfatos”, esclarece.

Estilo de vida

A preferência por um consumo mais natural também foi uma das razões pela qual Laura Colares decidiu repensar o uso de cosméticos sintéticos. A mudança no seu estilo de vida resultou na fundação da Loja Calêndula, na qual Laura produz artesanalmente cosméticos sólidos a partir do cupuaçu, alecrim, argilas verde, roxa e vermelha e óleos essenciais. “Passei a dar preferência aos alimentos naturais e depois me peguei pensando no tanto de cosméticos sintéticos que usava. Não condizia mais com o que eu estava em busca, que era um caminho voltado a componentes naturais”, diz.

A Calêndula aposta em xampus e condicionadores sólidos com foco no sustentável FOTO: JOÃO LUIS

Por serem em barra, os xampus e condicionadores da loja evitam o desperdício de produto, promovendo ao usuário uma relação de custo e benefício mais lucrativa do que os líquidos. Uma barrinha, por exemplo, dura, em média, até 60 enxágues e pode ser comprada em dois tamanhos diferentes, com 40 e 80 gramas.

Na hora de usar, basta esfregar a barra nas mãos até fazer espuma e em seguida aplicá-la no cabelo molhado, deixando agir por dois minutos, ou o usuário pode passar os cosméticos sólidos nos fios. No caso do condicionador, recomenda-se evitar usá-lo diretamente no couro cabeludo.

Inovação

Mas se engana quem pensa que os cosméticos em barra se restringem a xampus e condicionadores. Fugindo do convencional, a Loja Folha de Arruda lançou sua própria linha de pastas dentais, hidratantes e desodorantes sólidos a partir de ceras, manteigas e tensoativos de origem vegetal, derivados do coco, milho e carnaúba.

Produtos da marca Folha de Arruda

A ideia de criar a marca, em setembro de 2018, surgiu após Ana Cavelt, idealizadora do projeto, constatar que consumir esses tipos de produtos ainda era inacessível para a maioria dos indivíduos.

“Percebi que as pessoas tinham consciência ambiental, mas não conseguiam pagar por um cosmético natural. Aí me senti desafiada, no sentido de criar uma marca não só de produtos naturais, artesanais e veganos, mas que também trouxesse conceitos e práticas de sustentabilidade ambiental e econômica”, explana.

Pensando em práticas sustentáveis, mulheres empreendedoras cearenses, como Ana, Laura e Aline, oferecem produtos naturais para aqueles que desejam reduzir a agressão ao meio ambiente. Juntas, elas aumentam as possibilidades de consumo de artigos 100% biodegradáveis. A escolha, no fim das contas, está em nossas mãos.

Fonte: Diário do Nordeste

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/11/07/aspen-pharma-recicla-mais-de-100kg-de-embalagens-do-leite-de-magnesia-de-phillips-em-2019/

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação