fbpx
O maior canal de informação do setor

Anvisa aprova medicamento com maior concentração de THC

375

maior concentração de THC

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou um medicamento com uma maior concentração de THC (tetra-hidrocarbinol). Anteriormente, o limite estipulado pela agência era de 0,2%. As informações são do UOL.

O THC é o principal psicoativo presente na planta. No extrato de cannabis sativa GreenCare, a concentração é de 0,4%. Está é a primeira vez que a Anvisa aprova um produto acima do limite.

Maior concentração de THC supera padrões internacionais

A decisão da agência de aprovar o extrato com maior concentração de THC supera os limites utilizados em países como os Estados Unidos, que já permitem uma presença maior da substância.

O limite de 0,2% também é utilizado na Europa. Já nos EUA, o máximo permitido é de 0,3%. No Brasil, o nível serve apenas como um controle e não como uma barreira proibitiva.

“Os produtos de Cannabis poderão conter teor de THC acima de 0,2%, desde que sejam destinados a cuidados paliativos exclusivamente para pacientes sem outras alternativas terapêuticas e em situações clínicas irreversíveis ou terminais”, versa o documento de Autorização Sanitária de Produtos de Cannabis.

Com este novo medicamento, a Anvisa já aprovou 16 produtos à base da erva.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação