O maior canal de informação do setor

Brasil imunizou menos que países europeus nos quais a Covid avança

49

Se o avanço dos casos de Covid-19 em países da Europa pode parecer uma realidade distante do Brasil, que se aproxima das 300 milhões de doses aplicadas, o percentual de imunizados nessas mesmas nações é maior do que aqui. (leia mais abaixo)

Veja também: Remédios antivirais e anticorpos são apontados como promessa de revolucionar combate à Covid-19

O governo federal se vangloria de o Brasil ser o terceiro país no mundo que mais aplicou vacinas contra a Covid, mas, proporcionalmente, ele é apenas o 66º no ranking de percentual da população totalmente imunizada.(leia mais abaixo)

Siga nosso Instagram

De acordo com o site Our World In Data, coordenado por professores da Universidade de Oxford, com dados atualizados na quarta-feira (17), 60,04% dos brasileiros estão imunizados (tomaram duas doses da CoronaVac, AstraZeneca ou Pfizer ou uma da Johnson).(leia mais abaixo)

A Áustria, que decidiu nesta semana impor um lockdown para conter a elevação de casos, tem 64,25% de totalmente imunizados. A Alemanha, com 67,33%, decidiu endurecer as medidas para evitar a proliferação do vírus,(leia mais abaixo)

Neste sábado (20), o diretor regional da OMS (Organização Mundial de Saúde), Hans Kluge, alertou que se a Europa não tomar providências urgentes, o continente corre o risco de ter mais 500 mil mortes na pandemia até março de 2022.(leia mais abaixo)

Doses da Johnson

Os 60% alcançados pelo Brasil podem cair se for levada em conta a declaração do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, nesta semana. Ele afirmou que quem tomou apenas uma dose da vacina Johnson precisa de uma segunda aplicação para ser considerado imunizado.(leia mais abaixo)

O assunto, no entanto, causou polêmica por ser uma decisão unilateral do ministério, divulgada antes dos estudos sobre o tema que o laboratório promete entregar nos próximos dias e por ir contra o posicionamento da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que continua considerando o imunizante como de dose única.(leia mais abaixo)

Segundo o painel do Localiza Sus, 155 milhões de brasileiros têm a primeira dose registrada, mas o número cai para 125 milhões em relação à segunda – são pessoas que ainda não alcançaram a data marcada para completar a imunização ou desistiram de ir aos postos no momento adequado.(leia mais abaixo)

O tema da campanha é ‘proteção pela metade não é proteção’. Em cada estado e município, as secretarias de Saúde irão definir esquemas nos postos de vacinação para atrair os atrasados.

Fonte: Campos 24 Horas

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação