fbpx
O maior canal de informação do setor

Canabidiol: O que é e para que serve?

371

O Canabidiol é um dos princípios ativos da Cannabis sativa. O composto também pode ser conhecido pela sigla CBD. Esse extrato

O Canabidiol é um dos princípios ativos da Cannabis sativa. O composto também pode ser conhecido pela sigla CBD. Esse extrato pode ser utilizado no combate a diversas doenças, como epilepsia e fibromialgia.

Veja também: Anvisa aciona Justiça para impedir produção de canabidiol …

Apesar do preconceito que permeia o Canabidiol por ser um derivado da maconha, o composto tem vários usos e pode ser um grande aliado dos pacientes. Tire suas dúvidas no texto abaixo.

Siga nosso Instagram

O que é Canabidiol?

Presente em 40% dos extratos da erva, o Canabidiol age nos receptores canabinóides do cérebro. Diferentemente do THC, esse composto não possui ação psicoativa.

Na farmacologia, o Canabidiol é utilizado no combate de diversas doenças, como já citado. Isso devido aos seus efeitos anticonvulsivantes, ansiolíticos, neuroprotetores, anti-inflamatórios e antitumorais.

Para que pode ser usado?

Com os efeitos já citados, o Canabidiol é usado nas seguintes situações:

  • Para reduzir episódios de convulsão
  • Reduzir ansiedade
  • Reduzir dor e náusea
  • Aumentar apetite

Esses dois últimos usos são comuns em pacientes que realizam quimioterapia, para aliviar os efeitos colaterais do tratamento para câncer.

Como ele age?

O cérebro humano tem receptores próprios para algumas substâncias. O Canabidiol, como outros medicamentos, atua exatamente neles.

O Canabidiol liga-se aos receptores CB1 e CB2, e impede que outras substâncias os afetem. Já no caso do 5-HT1A, que é um receptor de serotonina, a conexão do CBD pode trazer efeitos antidepressivos.

Quais os efeitos colaterais?

Os efeitos colaterais do Canabidiol são considerados leves. O fármaco pode causar:

  • Queda de pressão
  • Interação medicamentosa com remédios hepáticos
  • Tontura
  • Boca seca
  • Sonolência

Contraindicações

O Canabidiol é contraindicado para grávidas e alérgicos ao princípio ativo. Pacientes que consomem medicamentos de metabolização hepática, ou seja, no fígado, devem informar o profissional de saúde antes de utilizar o CBD.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação