fbpx
O maior canal de informação do setor

Com pandemia, medicamentos para ajudar no sono apresentam alta

321

Sono – o cenário de pandemia enfrentado pela população afetou hábitos cotidianos e contribuiu para que a rotina dos brasileiros fosse alterada, o que resultou em aumento na procura por medicamentos para tentar manter os horários de acordar e dormir. Segundo o Farmácias APP, aplicativo de vendas online de saúde e beleza, durante o período de janeiro a outubro deste ano, medicamentos para o sono, denominados Hipnóticos Sedativos, cresceram 15% em faturamento, quando comparado com o mesmo período no ano passado.

Em uma análise mensal, entre os meses de julho, agosto e setembro de 2021, também em comparação com esse mesmo período em 2020, os medicamentos da classe cresceram 9% em faturamento. Enquanto em outubro deste ano, apesar de ser em menor escala, houve um crescimento de 5%, se comparado ao mesmo mês no ano passado. No top 3 dos meses em que a população apresentou maior índice de compra desses medicamentos, julho desponta em primeiro lugar, sendo responsável por 11,5% do faturamento das farmácias. março aparece em segundo, com 10,9%, seguido de junho e agosto, que representam 10,4% cada.

Ao avaliar os resultados nacionalmente, São Paulo foi o campeão de vendas em medicamentos Hipnóticos Sedativos, representando 24,9% do faturamento da categoria. Em seguida, Minas Gerais com 11,9%, Rio de Janeiro com 9,2%, Paraná com 7,7% e, por último, o Rio Grande do Sul, que aparece com 6,3%. Por região, o Sudeste é o local com maior número de compras, com 47,7% do faturamento de medicamentos da categoria. O Sul aparece em segundo lugar com 19,3%, seguido do Nordeste com 17,3%, Centro-Oeste com 10,4% e, em último lugar, a região norte com 5,3%. Vale ressaltar que esses medicamentos podem necessitar de prescrição ou serem isentos.

‘É notável que a pandemia do coronavírus teve efeitos nocivos na saúde dos brasileiros, inclusive, na saúde do sono. O repouso é um elemento muito importante e auxilia na redução do estresse, prevenção de doenças e, claro, melhora a qualidade de vida. No entanto, o uso indevido de medicamentos para corrigir a disfunção durante o sono, como a insônia, pode agravar o problema e afetar ainda mais a saúde do indivíduo. Por isso, é importante consultar um médico e passar por acompanhamento durante o tratamento’, comenta Renata Morais, coordenadora de marketing do Farmácias APP.

Fonte: Portal W&G

Veja Também: https://panoramafarmaceutico.com.br/retrospectiva-os-30-fatos-mais-marcantes-de-2021/

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação