O maior canal de informação do setor

Comissão aprova retenção de receita para venda de descongestionantes nasais

165

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou proposta que torna obrigatória a retenção de receita de medicamentos para desobstrução nasal que contenham corticoides ou vasoconstritores. O objetivo da medida é evitar a automedicação excessiva e possíveis efeitos adversos decorrentes do uso contínuo e descontrolado de descongestionantes nasais.

Veja também: Rede de Farmácias São João apresenta projeto de expansão em Arapongas

O texto aprovado é o substitutivo da relatora, deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC), ao Projeto de Lei PL 1478/21, do deputado Dr. Zacharias Calil (DEM-GO). O texto original previa a retenção de receita para medicamentos com vasoconstritores (que contraem os vasos sanguíneos), mas a relatora decidiu incluir também medicamentos com corticoides (que têm ação anti-inflamatória), como previa o Projeto de Lei PL 2613/21, que tramita apensado.

Siga nosso Instagram

“Muitos fármacos que atualmente são de fácil acesso ao consumidor diretamente na rede varejista possuem efeitos secundários indesejáveis que podem ser muito lesivos em alguns pacientes”, argumentou a relatora. “Muitos pacientes passam a utilizar doses muito superiores às máximas previstas na bula, aumentando os riscos de eventos como taquicardia, bradicardia, cefaleia, sedação, sonolência, convulsão, agitação e isquemia cerebral”, acrescentou a deputada, que é enfermeira.

Tramitação

A proposta tramita em caráter conclusivo e será agora analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação