fbpx
O maior canal de informação do setor

Consulta pública debate medicamento para mieloma no SUS

1.177

Consulta pública debate medicamento para mieloma no SUS

 A Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec) acaba de publicar uma consulta pública para ouvir a sociedade a respeito da inclusão de uma nova opção terapêutica no protocolo de tratamento do mieloma múltiplo. Trata-se de uma oportunidade para que pacientes, familiares, médicos e a sociedade em geral opinem a respeito da possibilidade da disponibilização dessa terapia, que pode melhorar a qualidade de vida das pessoas que convivem com a doença.

Essa consulta avalia a incorporação do daratumumabe para o controle do mieloma múltiplo recidivado ou refratário (113/21). O medicamento é um tipo de anticorpo monoclonal que inibe a proteína CD38, presente na maioria dos pacientes. Uma das maneiras pela qual os anticorpos monoclonais agem é através da ligação a células sanguíneas anormais específicas em seu organismo, de forma que elas possam ser destruídas por seu sistema de defesa.

O Daratumumabe está aprovado no Brasil há 5 anos e está disponível para utilização pelos pacientes com acesso aos planos de saúde. É a única classe de medicamentos para o mieloma múltiplo que ainda não está disponível no SUS. Além desse tratamento, a Conitec abriu ainda mais outras três consultas públicas referentes à doença.

A consulta pública é uma etapa do processo de Avaliação de Tecnologias em Saúde (ATS) conduzido pela Conitec com o objetivo de ouvir a opinião de toda a sociedade a respeito de novos medicamentos e procedimentos para oferecer mais eficiência e transparência nas decisões que impactam o sistema público de saúde. Nesse caso, as pessoas que tiverem interesse em contribuir com a discussão e oferecer sua perspectiva sobre a doença e o tratamento devem entrar no site http://conitec.gov.br/consultas-publicas e acessar a consultas mencionadas anteriormente até o dia 17/01/2022.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/china-deve-liderar-mercado-farmaceutico-global/

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação