O maior canal de informação do setor

Covid-19: programa de vacinação brasileiro recebe elogios da OMS

98

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, fez elogios ao programa de vacinação contra a Covid-19 brasileiro durante reunião com ministros da Saúde do G20. Após a abertura do evento, realizada neste domingo (5), em Roma, na Itália, o diretor da OMS participou de reunião com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Durante o encontro, o diretor da OMS destacou que o Brasil atravessa uma fase de transição, de país importador de vacinas a exportador dos imunizantes com a utilização de três plataformas tecnológicas, incluindo a tecnologia de vírus inativado, de vetor viral recombinante e de RNA mensageiro (mRNA).

O Brasil conta com duas instituições públicas que atuam na fabricação de vacinas contra a Covid-19 a partir de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) estrangeiro, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, e o Instituto Butantan, em São Paulo.

Segundo o Ministério da Saúde, o acordo de transferência de tecnologia assinado pela Fiocruz permitirá a produção das doses com IFA fabricado no Brasil. A Fiocruz já deu início à fabricação do primeiro lote, ainda na etapa de pré-validação, por meio do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz).

A farmacêutica brasileira Eurofarma e a americana Pfizer firmaram um acordo para que o imunizante RNA mensageiro possa ser produzido no país.

No encontro, o diretor-geral da OMS apresentou ao ministro Queiroga o panorama de discussões acerca de um projeto de instrumento internacional sobre pandemias, que deve contar com o apoio brasileiro.

Fonte: CNN

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação