O maior canal de informação do setor

Farmazon investirá em marketplace nacional de farmácias

1.698
Farmazon quer levar app de vendas para 800 farmácias
Equipe da Farmazon, liderada por Rodrigo Robledo (ao centro) | Crédito: Divulgação/Porto de Ideias

 

A startup carioca Farmazon dá início ao projeto para formar um marketplace nacional do varejo farmacêutico nacional. As informações são do Valor Econômico.

A empresa iniciou em operações em 2019 e foi fundada pelo casal Rodrigo Robledo e Líria Knutti. Por meio de algoritmos, a plataforma conecta o consumidor a entregadores e estes ao estabelecimento mais próximo, com a promessa de entregar remédios isentos de prescrição, artigos de higiene pessoal e cosmética em cerca de 40 minutos.

A startup busca ganhar capilaridade em um mercado que players do setor de entregas, como iFoodRappi, já estão cobiçando. A diferença em relação a esses grupos é que, apesar da localização automatizada, há uma etapa manual e mais personalizada. Por meio de um call center, a equipe confirma as informações, triangula a operação e monitora os pedidos. A empresa conta com um farmacêutico para tirar eventuais dúvidas por telefone.

Hoje, cerca de 100 farmácias de pequeno e médio porte utilizam as soluções da Farmazon, que tem 2 mil clientes cadastrados. Em 2019, a empresa mantinha planos ousados de levar seu aplicativo para mais de 800 farmácias. A pandemia pode ter dificultado os planos iniciais, mas um aporte de R$ 2 milhões da agência de conteúdo Take4Content, no fim do ano passado, deu sustentação para os projetos de crescimento. Somando outras rodadas, a empresa já captou R$ 3 milhões.

 

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação