Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Fases do leite materno

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

leite materno

O leite materno é o melhor alimento para o desenvolvimento saudável e completo dos recém-nascidos. Embora existam outras opções para bebês, nenhuma pode se comparar ao leite materno, seja pelas suas qualidades nutricionais ou pela ligação emocional que ele fornece entre a mãe e o neném.

Ele possui componentes muito importantes como proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas e minerais. Juntamente com o vínculo de afeto é responsável pela melhora dos sistemas imunológico e digestivo do bebê. Vamos conhecer melhor a seguir as características da composição do leite materno e suas fases conforme a mãe vai desenvolvendo o aleitamento materno.

Primeira fase do leite materno

O colostro é a primeira fase do leite materno. É produzido nas 48 horas antes e 72 horas após o nascimento do bebê e seu aspecto é geralmente amarelado e espesso, sendo considerado um líquido espesso. Apesar de ter menor quantidade de calorias e gorduras do que o leite “maduro”, o colostro possui muitos componentes importantes e atuam como um medicamento natural para os bebês.

O colostro contém uma grande quantidade de anticorpos que funcionam como uma forma de proteção para o bebê nos primeiros dias de vida, ajudando a garantir a saúde e o desenvolvimento ao longo da vida. Além disso, possui maior quantidade de lisozima, uma enzima que ajuda na prevenção de infecções, e de eletrólitos, que ajudam o bebê a manter o equilíbrio necessário de nutrientes no corpo.

Fase de transição

Após o colostro, o leite materno entra na fase de transição, que varia de mãe para mãe de acordo com a quantidade de ingredientes nutritivos que cada mulher produz. Essa fase é responsável por melhorar a quantidade de calorias e gorduras para o bebê.

O leite da fase de transição ainda possui os mesmos anticorpos e lisozima como o colostro, mas com uma maior quantidade de gordura e outros nutrientes, que são responsáveis pela melhora do sistema imune e digestivo do bebê. Além disso, o leite da fase de transição possui nutrientes importantes para o crescimento do bebê, como são vitaminas e minerais que contribuem para o desenvolvimento saudável e completo.

Fase madura

Após a fase de transição, o leite materno entra na fase madura, que é a última etapa da amamentação. Esta fase tem um maior teor de calorias e gorduras, e é responsável pela nutrição do bebê conforme ele cresce. É considerada o melhor ciclo, pois são produzidos os nutrientes essenciais para o desenvolvimento de todos os órgãos do bebê.

A fase madura é responsável pela produção de maior quantidade de anticorpos, que protege o bebê contra infecções. Além disso, possui muitas vitaminas e sais minerais que contribuem para o melhor desenvolvimento do bebê.

O leite materno é um alimento muito nutricional e importante para o desenvolvimento saudável dos bebês. É desenvolvido em três fases distintas, cada uma com a sua função específica no organismo do bebê.

Este conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta médica. Para esclarecimento de dúvidas adicionais sobre uma patologia, medicamento ou tratamento, converse com um profissional de saúde de sua confiança. Evite sempre a automedicação.

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress
error: O conteúdo está protegido !!