fbpx
O maior canal de informação do setor

Gasolina é o produto que mais inflacionou em fevereiro

170

A inflação no mês de fevereiro ficou em 0,86%, pressionada pela alta nos preços dos combustíveis. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, nesta quinta-feira (11), os dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial.

Segundo o IBGE, este é o maior resultado para um mês de fevereiro desde 2016, quando o índice foi de 0,90%. O IPCA acumula alta de 1,11% no ano e, em 12 meses, de 5,20%, acima dos 4,56% observados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em fevereiro de 2020, o índice havia ficado em 0,25%.

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Com alta de 7,11%, a gasolina foi o item que mais impactou o índice no mês, com participação de cerca de 42% no resultado final (0,36 p.p.). Além da gasolina, os preços do etanol (8,06%), do óleo diesel (5,40%) e do gás veicular (0,69%) também subiram. Com isso, os combustíveis acumulam alta de 28,44% nos últimos nove meses. Em fevereiro, o grupo transportes teve alta de 2,28%.

IPCA: inflação na Grande Vitória foi de 0,44% em janeiro

Inflação deve fechar 2021 em 3,98% e taxa Selic em 4%

Já a educação (2,48%) teve a maior variação entre os grupos. O maior impacto veio dos cursos regulares (3,08%). O grupo alimentação e bebidas variou 0,27% em fevereiro, desacelerando pelo terceiro mês consecutivo. A queda nos preços da batata-inglesa (-14,70%), do tomate (-8,55%), do leite longa vida (-3,30%), do óleo de soja (-3,15%) e do arroz (-1,52%) contribuíram para a desaceleração na alimentação no domicílio (0,28%). Houve aumento no preço da cebola (15,59%) e das carnes (1,72%).

Fonte: ES Brasil

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação