O maior canal de informação do setor

Genéricos estão 64,42% mais baratos que medicamentos de referência em Campina Grande

199

Em Campina Grande os preços médios dos medicamentos genéricos estão 64,42% mais baratos que os de referência (marca), segundo pesquisa de preços divulgada pelo Procon Municipal nessa terça-feira (1º). O levantamento reúne preços dos 36 medicamentos mais usados pelo consumidor campinense, sendo 18 de marca e 18 genéricos. Veja aqui a pesquisa na íntegra.

Segundo o coordenador do Procon de Campina Grande, Saulo Muniz, as variações dos preços nos medicamentos genéricos são altas devido, principalmente, ao fato de os laboratórios variarem os valores dos produtos de uma farmácia para outra.

A pesquisa foi realizada no último dia 28 (sexta-feira) em quatro farmácias e drogarias da cidade.

As maiores diferenças de preços entre os medicamentos de marca, segundo os dados do Procon-CG, foram encontradas no Losartana potássica de 50 mg (caixa com 30 comprimidos), com preços entre R$ 10 e R$ R$ 44,50 (uma variação de 345%). Outro que apresentou alta variação foi o Atenolol de 25 mg (30 comprimidos), com valor de R$ 7,27 até R$ 11,62 (variação de 59,83%).

Já entre os medicamentos genéricos, as maiores diferenças de preços registradas foram no Atenolol de 25 mg (30 comprimidos), com valor entre R$ 2,99 e R$ 9,22 (variação de 208,36%); Dipirona Monoidratada de 500 mg/ml (gotas 15ml), com valor entre R$ 1,99 e R$ 4,00 (variação de 101,01%; Paracetamol de 200 mg/ml (gotas, com 15 ml) cujo valor varia entre R$ 1,99 e R$ 6,25 (variação de 214,07%); e o Nimesulida de 100 mg (12 comprimidos), com valores entre R$ 3,99 e R$ 12,80 (variação de 220,80%).

Fonte: Portal Correio

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/genericos-serao-o-carro-chefe-das-farmacias-aponta-enquete/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação