O maior canal de informação do setor

Informes e alertas sobre medicamentos do kit intubação são atualizados pela Anvisa

O kit normalmente é utilizado em unidades de terapia intensiva (UTIs). O alerta já está disponível no site da Anvisa

213

Anvisa atualizou o alerta 132021/2021 para o kit intubação, que traz informações?sobre o aumento do risco de erros de medicação relacionados a produtos com embalagem e bula em outro idioma,?importados e distribuídos pelo Ministério da Saúde,?para uso na intubação orotraqueal (IOT). O kit normalmente é utilizado em unidades de terapia intensiva (UTIs). O alerta já está disponível no site da Anvisa.

O?objetivo?do alerta é chamar a atenção dos profissionais da saúde para cuidados que devem ser adotados ao administrar esses fármacos, com informações de uso originalmente em língua estrangeira,?e desta forma, aumentar a segurança no uso.???

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Além?das informações atualizadas, o alerta também salienta a importância de notificar a Anvisa quando existirem erros de medicação, de?eventos adversos?-?efeitos inesperados ou indesejados após o uso de fármacos?-?e de relatos de?queixas técnicas. O alerta também foi feito sobre a necessidade da adoção de medidas extras de proteção pelas farmácias hospitalares e?trata das principais responsabilidades dos importadores?dos produtos.???

Informes técnicos em português

Para medicamentos rotulados em outras línguas, o alerta trás ?links para?informes técnicos na língua portuguesa, elaborados?pelo Ministério?da Saúde.?Os informes tentam promover o suporte para agentes envolvidos no processo de assistência farmacêutica?nos serviços de saúde sobre o uso e os cuidados de conservação dos medicamentos importados utilizados na intubação orotraqueal.?

Entenda??

O alerta é emitido pois, para evitar o desabastecimento desses medicamentos no mercado brasileiro, devido a alta demanda, a Anvisa fez a publicação da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 483/2021. A RDC estabelece, de?forma extraordinária e temporária,?requisitos para a importação de dispositivos médicos novos e medicamentos identificados como prioritários para uso em serviços de saúde?durante a pandemia de Covid-19.?? ?

Isso permite que medicamentos importados sem regularização sanitária pela Agência?possam ser comercializados e utilizados no Brasil com rótulos, embalagens e bulas em idioma diferente do português.??Todavia, o importador que é responsável por garantir a qualidade, a segurança e a eficácia dos produtos.

Fonte: Jornal de Brasília

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação