Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Imposto de Renda: Mais de 1 milhão de declarações caíram na malha fina

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Mais de 1 milhão de declarações do Imposto de Renda de 2022 foram retidas na malha fina, de acordo com o balanço divulgado pela Receita Federal.

Entre março e setembro, a Receita recebeu 38.188.642 declarações do IRPF 2022, com ano-base de 2021. Dessas, 1.032.279 declarações caíram na malha – o número representa 2,7% do total de documentos entregues.

Ao todo, são 811.782 declarações com imposto a restituir, representando 78,6% do total em malha; 198.541 declarações (19,2%) com imposto a pagar; e 21.956, com saldo zero, representando 2,1% do total em malha.

Restituição IR: Receita libera consulta ao último lote; veja se você vai receber

Principais motivos

Entre as declarações que caíram na malha, 41,9% foram por omissão de rendimentos sujeitos ao ajuste anual de titulares e dependentes declarados.

Já 28,6% envolvem deduções da base de cálculo, sendo as despesas médicas, o principal motivo; enquanto 21,9% são de divergências no valor de IRRF entre o que consta em Dirf e o que foi declarado pela pessoa física – entre outros casos, foi constatado a falta de informação do beneficiário em Dirf e a divergência entre o valor informado na DIRPF e na Dirf.

Por fim, os outros 7,6% são motivados por deduções do imposto devido, recebimento de rendimentos acumulados, e divergência de informação sobre pagamento de carnê-leão e imposto complementar.

Como saber se caí na malha fina?

Para saber se caiu na malha fina, o contribuinte precisa consultar o status da declaração e descobrir se há pendências. Veja como fazer isso:

  1. Acesse o e-CAC, o site de atendimento virtual da Receita Federal;
  2. Faça o login e clique em “Meu Imposto de Renda (Extrato da DIRPF)”;
  3. Vá na aba “Processamento” e escolha a opção “Pendências de Malha”.

Pronto. Aqui é possível verificar se a sua declaração caiu na malha e qual o motivo da retenção.

Fonte: Money Times

Notícias mais lidas

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress