fbpx
O maior canal de informação do setor

As expectativas para o segmento da beleza em 2022

361
As expectativas para o segmento da beleza em 2022
Foto: Depositphotos

 

Segundo estudo da KPMG, as expectativas para o próximo ano no setor de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos são positivas. Tudo isso mesmo com inflação, desvalorização do câmbio, falta de matéria-prima e com a perda do poder de compra do consumidor brasileiro durante o período da pandemia da Covid-19.

Segundo sócio-líder do segmento de bens de consumo, Aldo Cardoso Macri, o retorno ao ambiente presencial e a reabertura desses pontos de venda também contribuíram para a recuperação do segmento.

“Atualmente, o mercado global deste segmento movimenta aproximadamente 500 bilhões de dólares e o mercado brasileiro, que é o quarto do mundo em vendas, praticamente, dobrou de tamanho nos últimos dez anos. A evolução da área de pesquisa e desenvolvimento de novos produtos tende a fazer com que o setor ganhe ainda mais destaque, estimulando o consumo da população”, analisa Macri.

O destaque do próximo ano será as empresas que investem na sustentabilidade e que demonstram o cuidado com o meio ambiente. O segmento ainda lida com altos custos para colocar em prática a logística reversa de embalagens e frascos. Outra tendência para se atentar são os produtos que não levam água na composição, apresentando-se soluções em pó ou barra.

Os novos hábitos de higienização adquiridos com a crise sanitária impactaram, positivamente, as compras desses produtos, o que pode ser visto também com o crescimento das vendas online. Para Macri, o comércio eletrônico teve um crescimento considerável, mas ainda é possível observar que há bastante espaço para democratização do ambiente virtual e essa é uma tendência para o próximo ano, em conjunto com uma busca por maior participação dos consumidores das classes C, D e E.

“Todas as categorias cresceram no ambiente digital, mas isso não quer dizer que o espaço físico está sendo deixado de lado. Os clientes ainda o consideram essencial para ver de perto os produtos. Por isso, é tão importante a criação de uma estratégia combinando vendas em espaços físicos e digitais”, comenta o executivo.

O crescimento das parcerias com os influenciadores também parece ser um grande aliado do segmento para o próximo ano. “Eles são responsáveis por trabalhar a influência e opinião do público sobre determinado produto. Além disso, ao compartilharem experiências, fazem com que os seguidores conheçam certas marcas e aumentem as vendas no ambiente online e físico”, conclui.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/desmonte-ou-retomada-farmacia-popular/

 

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação