O maior canal de informação do setor

Maioria não crê em vacinação para todos em 2021

665

Maioria não crê em vacinação para todos em 2021A luta contra a pandemia da Covid-19 e para imunizar todos os brasileiros tende a avançar para 2022. É o que apontou a maioria dos 3.435 leitores que participaram da última enquete do Panorama Farmacêutico.

Perguntamos aos profissionais do setor se a vacinação no Brasil seria concluída até o fim do ano. Para 1.542 (45%), o processo terminará em 2021. Mas 55% entendem que isso não acontecerá – 32% (1.091) acreditam que não haverá imunizantes suficientes e 23% (802) apostam que não há tempo hábil mesmo se houver estoque.

A julgar pelos números, as impressões dos leitores podem estar corretas. Segundo o consórcio de veículos de imprensa, pouco mais de 17 milhões de pessoas já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19. O número representa somente 8% da população brasileira.

Nova enquete

A nova enquete que está no ar propõe um debate sobre a possibilidade de um lockdown nacional para conter as infecções. Você avalia que essa alternativa é essencial, desnecessária ou, apesar de importante, muito danosa para a economia.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Leia também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2021/04/01/justica-autoriza-farmacia-magistral-a-manipular-e-vender-cannabis-medicinal/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação