Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Medicamentos para doença de Parkinson podem ser desenvolvidos por IA

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Medicamentos para doença de Parkinson
Foto: Freepik

Os novos medicamentos para doença de Parkinson podem chegar aos pacientes até dez vezes mais rápido. Isso porque pesquisadores da Universidade de Cambrige estão usando a inteligência artificial para agilizar o processo. As informações são da CNN Brasil.

A tecnologia foi utilizada na pesquisa de compostos que bloqueiam a aglomeração de alfa-sinuclueína. Essa proteína se agrega ao cérebro e é um dos sinais que caracterizam a doença.

Por meio da técnica de machine learning, a IA analisou a biblioteca química de maneira mais ágil e conseguiu identificar cinco compostos que podem apresentar resultados promissores.

Com o uso da inteligência artificial, os pesquisadores não só otimizaram o tempo do processo em dez vezes, como reduziram os custos em mil vezes.

“Para nós, isso (economia de tempo e recursos) significa que podemos começar a trabalhar em vários programas de descoberta de medicamentos – em vez de apenas um”, comemora Michele Vendruscolo, pesquisador italiano que lidera a pesquisa.

Medicamentos para doença de Parkinson mudariam realidade do tratamento 

A descoberta de medicamentos para Parkinson representaria uma virada de chave para o tratamento desse mal. Atualmente, não existe uma terapia do gênero para o quadro, que atinge mais de 6 milhões de pessoas em todo o mundo.

Apesar de não existirem remédios aprovados para doença, já existem sim candidatos em fase de ensaios clínicos.

A busca por um tratamento é tão intensa que até medicamentos polvilhados a ouro já foram testados. É o caso do CNM-Au8, que mostrou resultados promissores no aumento do metabolismo energético do cérebro em pacientes com a doença, indicando uma possível nova abordagem terapêutica.

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress