O maior canal de informação do setor

Mercado Livre lidera o e-commerce, Americanas é o 2º

135

e-commerce – Com a gradual reabertura do varejo físico, o comércio eletrônico (vendas e compras feitas pela internet) tem conseguido manter altos índices de audiência e, no último mês de outubro, registrou crescimento de 1,58% em relação ao mês anterior de setembro.

O site mais acessado, com 30%, o do Mercado Livre. Em seguida, o do Americanas, com14%.

Estes dados são do Relatório Setores do E-commerce, elaborado pela Conversion, agência de Search Engine Optimization (máquina de otimização de buscas), que aponta que em outubro os principais e-commerces brasileiros receberam um total de 1,69 bilhão de acessos.

Esse movimento indica que o e-commerce não representa uma mera alternativa ao varejo físico, “mas uma mudança mais profunda de comportamento”, explica Diego Ivo, CEO da Conversion.

De acordo com o relatório, cada brasileiro acessou, em média, durante o mês, 8 vezes os sites de e-commerce. Cada acesso, por sua vez, pode ter a visualização de muitas páginas.

Os canais preferidos para chegar às lojas são “direto” (quando ele digita o endereço da loja, e isto representa 43,3% dos acessos), busca orgânica do Google (28,1%) e busca paga (19,3%). O tráfego de redes sociais representa apenas 3,1%.

O relatório explica que a movimentação do e-commerce em outubro reforça a tese da Conversion de retomada do turismo, tedo o setor registrado alta de 9,36%.

Seguindo a mesma tendência positiva, cresceram Pet (7,47%), Moda & Acessórios: (4,06%), Cosméticos: (3,42%), Ferramentas & Acessórios (3,03%) e Farmácia & Saúde (2,04%).

Os sites mais acessados foram os do Mercado Livre (30%), Americanas.com (14%), Magalu (13%), Amazon (11%), Casas Bahia (9%), Shopee (7%), AliExpress (6%) e Outros (10%).

Fonte: Diário do Nordeste 

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/congresso-da-abrafarma-debate-avanco-dos-servicos-farmaceuticos/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação