Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Omeprazol tem venda de 64,9 milhões de unidades

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Omeprazol
Foto: Canva

Apenas no ano passado, 64,9 milhões de unidades de omeprazol foram dispensadas no Brasil, conforme apontam dados da Anvisa. O medicamento é um dos mais famosos no combate da acidez estomacal e está há mais de 30 anos no mercado. As informações são do CFF.

A grande procura pelo remédio não é novidade. Segundo pesquisa do Instituto Datafolha e encomendada pelo conselho, 77% dos brasileiros que faziam uso do omeprazol em 2019 ingeriam o medicamento por conta própria.

Os riscos do uso prolongado de omeprazol

O principal efeito colateral do uso prolongado deste medicamento, ou qualquer outro da classe farmacêutica dos inibidores da bomba de prótons (IBPs), é o desequilíbrio no sistema digestivo.

Só que as coisas ficam ainda mais preocupantes quando, a longo prazo, esse desequilíbrio leva a problemas mais graves, como câncer, demência e osteoporose, segundo alguns estudos recentes.

Apesar disso, ainda não há um consenso na classe científica sobre os riscos de longo prazo do uso de IBPs.

Especialistas pregam parcimônia

Como o omeprazol e os demais IBPs possuem perfil de segurança e são eficazes para os tratamentos gastrointestinais, os especialistas afirmam que sua prescrição deve ser feita com parcimônia.

Esses medicamentos costumam ser indicados para os tratamentos de:

  • Hipergastrinemia
  • Síndrome de Zollinger-Ellison
  • Tratamento prolongado de esôfago de Barret
  • Úlceras pépticas duodenais refratárias a antagonista H2 da histamina

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress